Nome do Projeto
Caracterização química, fenotípica e atividade antimicrobiana de extrato de Psidium cattleyanum e Eugenia uniflora L. em isolados de produtos cárneos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/06/2018 - 31/01/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Resumo
As doenças transmitidas por alimentos (DTAs) são causadas por agentes, os quais penetram no organismo humano através da ingestão de água ou alimentos contaminados. As bactérias, pela sua diversidade e patogenia, constituem o grupo microbiano mais importante associado às DTAs, além disso, apresentam capacidade de formação de biofilmes, sendo um fator preocupante dentro das indústrias. Tendências inovadoras na produção de alimentos, como o processamento mínimo, a produção em massa, a globalização, entre outros, têm introduzido adicionalmente novos fatores e condições que podem melhorar a presença e subsequente crescimento de bactérias deteriorantes e patogênicas, tais como, Escherichia coli, Listeria spp., Salmonella spp. e Staphylococcus aureus. As carnes são alimentos perecíveis e apresentam vida de prateleira variável em função das condições de armazenamento. Com a finalidade de evitar a deterioração de produtos cárneos por micro-organismos patogênicos, melhorar a aparência e aceitabilidade, além de aumentar o tempo de prateleira dos mesmos, aditivos alimentares como, nitritos, nitratos, entre outros são frequentemente utilizados, porém, seu uso é discutível dada à possibilidade de originar compostos nitrosos de ação carcinogênica. Neste panorama, impulsiona-se a realização de pesquisas enfatizando a busca de compostos alternativos como conservantes naturais em alimentos. Estudos mostram que plantas da família Myrtaceae apresentam atividade antimicrobiana. Frutos das espécies Eugenia uniflora L. (pitanga) e Psidium cattleyanum (araçá amarelo), destacam-se devido suas propriedades, portanto, a pesquisa com metabólitos secundários com ação antimicrobiana se apresenta como uma solução para o combate dos micro-organismos resistentes aos agentes antimicrobianos comuns. O presente trabalho propõem caracterizar químicamente e fenotipicamente, e ainda, investigar a atividade antimicrobiana de extratos de P. cattleyanum e E. uniflora L. contra cepas de S.aureus, E. coli, Salmonella spp. e Listeria spp. isoladas de amostras de produtos cárneos , obtidas na indústria e em estabelecimentos comerciais.

Objetivo Geral

Obter o extrato dos frutos de Psidium cattleyanum (araçá amarelo) e Eugenia uniflora L. (pitanga);
Avaliar a sensibilidade dos isolados testados frente aos extratos;
Determinar a concentração inibitória mínima (CIM) dos compostos contra os diferentes patógenos testados;
Com base nos dados obtidos na CIM, avaliar a concentração bactericida mínima (CBM);
Realizar a análise cromatográfica dos extratos obtidos;
Analisar os constituintes presentes em cada um dos extratos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA RIBEIRO AZEVEDO1201/08/201731/07/2018
ELIEZER AVILA GANDRA106/06/201831/01/2019
GABRIELA DE CARVALHO JARDIM206/06/201831/01/2019
GABRIELE BENATTO DELGADO805/05/201705/06/2018
LAURA VIEIRA BORGES206/06/201831/01/2019
MARCELLE OLIVEIRA GARCIA1205/05/201705/06/2018
RITA DE CASSIA DOS SANTOS DA CONCEICAO105/05/201705/06/2018
WLADIMIR PADILHA DA SILVA105/05/201705/06/2018

Página gerada em 17/11/2019 05:46:52 (consulta levou 0.077519s)