Nome do Projeto
Atendimento nutricional ambulatorial de crianças adolescentes com Diabetes Mellitus
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/06/2017 - 04/05/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Saúde
Linha de Extensão
Infância e adolescência
Resumo
Uma epidemia de diabetes mellitus (DM) está em curso, estima-se que a população mundial com diabetes seja da ordem de 387 milhões e que alcance 471 milhões em 2035. Cerca de 80% desses indivíduos vivem em países em desenvolvimento, onde a epidemia tem maior intensidade e há crescente proporção de pessoas acometidas em grupos etários mais jovens. O objetivo deste projeto é prestar assistência clínica nutricional a crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus, sob a perspectiva da troca de conhecimentos entre equipe multiprofissional de saúde, de acordo com os princípios e diretrizes do sistema único de saúde. Os atendimentos clínicos individualizados serão realizados em dois turnos semanais, mediante agendamento prévio e sob supervisão técnica. Os atendimentos contemplarão discussão de casos e condutas com membros da equipe multiprofissional de atencao a saúde e assistência nutricional prevendo: a) semiologia nutricional, b) avaliação e diagnóstico nutricional, c) prescrição e conduta dietética e d) aconselhamento e supervisão dietéticos.

Objetivo Geral

Prestar assistência clínica nutricional a crianças e adolescentes com Diabetes Mellitus, sob a perspectiva da troca de conhecimentos entre equipe multiprofissional de saúde, de acordo com os princípios e diretrizes do sistema único de saúde.

Justificativa

Uma epidemia de diabetes mellitus (DM) está em curso, estima-se que a população mundial com diabetes seja
da ordem de 387 milhões e que alcance 471 milhões em 2035. Cerca de 80% desses indivíduos vivem em países em desenvolvimento, onde a epidemia tem maior intensidade e há crescente proporção de pessoas acometidas em grupos etários mais jovens.
O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma doença crônica caracterizada pela destruição parcial ou total das células beta das ilhotas de Langerhans pancreá ticas, resultando na incapacidade progressiva de produzir insulina. Esse processo pode levar meses ou anos, mas aparece clinicamente apenas após a destruição
de pelo menos 80% da massa de ilhotas. Inúmeros fatores genéticos e ambientais contribuem para a ativação imunológica que desencadeia esse processo destrutivo. No perío do clínico, os sinais e os sintomas que antes eram praticamente ausentes ou intermitentes se manifestam de maneira constante, tais como poliúria, polidipsia, polifagia, astenia e perda de peso. O perío do de tempo para determinar a doença geralmente oscila de 1 a 6 semanas, contando desde o início dos sinais e sintomas. Em pacientes com sinais e sintomas
característicos, o diagnóstico é simples e confirma-se pela glicemia plasmática de jejum ≥ 126 mg/dl ou glicemia casual, em qualquer hora do dia, ≥ 200 mg/dl.
A incidência do diabetes mellitus tipo 2 (DM2) entre crianças e adolescentes tem aumentado em várias regiões do mundo. Contudo, não são conhecidos os motivos responsáveis pelo aparecimento da doença nessa faixa etária. O aumento na predominância da obesidade na adolescência registrado nos últimos anos explicaria, em grande parte, o avanço do DM2 nas populações jovens, assim como o desenvolvimento da síndrome metabólica e de doenças cardiovasculares na maturidade. O desenvolvimento de complicações precoces no jovem com DM tem grandes implicações para o resto da vida, sendo que a nefropatia é uma das comorbida-des mais comuns nos jovens.
O tratamento não farmacológico do jovem com DM deve ser feito com equipe multiprofissional, sendo a presença da nutricionista fundamental no acompanhamento do paciente e em torno da reeducação alimentar.
Em Pelotas desde 2015 está em funcionamento o Centro de Diabetes e Hipertensão, que trouxe atendimento difereniado a população. Neste local, em dois turnos semanais, médicos endocrinologitas atentem crianças e adolescentes com DM de Pelotas e região sul. Entretanto, o centro conta apenas com assistência nutricional a pacientes adultos. Neste contexto cresce a demanda nos serviços de saúde, incluindo a procura por atendimento nos serviços de Nutrição do Sistema Único de Saúde (SUS). A Faculdade de Nutrição da UFPel, por meio de acoes vinculadas ao projeto de extensão "Atenção a saúde da criança e do adolescente com diabetes mellitus", propõe a realizacao de assistencia clínica nutricional a esta população específica. Alem disso, em virtude da vinculacao da coordencao do projeto com o programa de residencia multiprofissional em atencao a saúde da criança, viabiliza a troca de saberes entre equipe multiprofissional de saúde, qualificando a assistência e prevenindo agravos a saúde do jovem com DM.

Metodologia

O projeto será desenvolvido pela Faculdade de Nutrição, junto ao Centro de Diabetes e Hipertensão da Faculdade de Medicina da UFPel. Serão realizados atendimento clínicos nutricionais a demanda de crianças e adolescentes encaminhadas pelos serviços de saúde da cidade de Pelotas e região sul do estado. Os atendimentos clínicos individualizados serão realizados em dois turnos semanais, mediante agendamento prévio e sob supervisão técnica. Os atendimentos contemplarão discussão de casos e condutas com membros da equipe multiprofissional de atencao a saúde e assistência nutricional prevendo: a) semiologia nutricional, b) avaliação e diagnóstico nutricional, c) prescrição e conduta dietética e d) aconselhamento e supervisão dietéticos.

Indicadores, Metas e Resultados

Serão considerados indicadores o número de consultas efetivamente realizadas e a resposta clínica dos pacientes.

A meta principal é absorver uma parcela da demanda de jovens com DM que aguardam atendimento nutricional.

A meta secundária é possibilitar consultas mais frequentes, em especial, nos casos mais graves.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRIELE MADRUGA PERES
ANGELA NUNES MOREIRA1
BETÂNIA BOEIRA SCHEER
DÉBORA SIMONE KILPP
EDUARDA DE SOUZA SILVA
JULIANA DOS SANTOS VAZ1
LAURA PEREIRA BROD
LUCIA ROTA BORGES2
MICAELA ALVEZ DENIZ
NATÁLIA ROSA GOMES
PAOLA SPIERING SOUZA
SANDRA COSTA VALLE4
THAIS MARINI DA ROSA

Página gerada em 01/07/2022 22:50:37 (consulta levou 0.320803s)