Nome do Projeto
Comunica Saúde
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/07/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
O presente projeto de extensão tem por objetivo realizar atividades de educação em saúde com a pessoas o surdas da Associação dos Surdos de Pelotas. Será organizado material instrutivo sobre prevenção de doenças infectocontagiosas e doenças crônicas e cuidados gerais a manutenção e preservação da saúde. Os estudantes de enfermagem e outros cursos da UFPel irão elaborar material visual e rodas de conversa na linguagem brasileira dos sinais. Estima-se encontros mensais com pessoas adultas que participam da Associação de Surdo de Pelotas, e encontros de vinte horas semanais entre os estudantes para elaboração, estudo e confecção de material educativo. Temos projeção de realização do projeto por aproximadamente 30 meses, podendo ser ampliado ou diminuído o tempo dadas as necessidades dos participantes. Espera-se como resultados destes encontros e atividades que possamos contribuir para a promoção da saúde da pessoa surda adulta, bem como do próprio desenvolvimento da habilidade da linguagem brasileira de sinais para os nossos estudantes e da habilidade humana de aprender a se relacionar e cuidar das pessoas surdas com qualidade.

Objetivo Geral

Realizar atividades de educação em saúde com a pessoas surdas e junto desenvolver habilidades em Libras na comunidade universitária da área da saúde.

Justificativa

Neste ano de 2019 tivemos a oportunidade de receber em nossa Semana Acadêmica de Enfermagem dois professores de Libras que durante sua apresentação deixaram claro a urgência de capacitação dos profissionais da rede de saúde para atender a população surda, que em alguns momentos se sente excluída das práticas dos serviços por conta do não entendimento dos profissionais sobre as suas necessidades de saúde e/ou adoecimento. Atualmente, não temos intérpretes na rede de atenção à saúde do município, além disso, os nossos estudantes, na sua maioria assim que se formam já iniciam seu trabalho profissional em serviços de saúde. E as vezes a falta do conhecimento de libras pode se tornar uma importante barreira de acesso.

Metodologia

Serão realizados encontros semanais com estudantes do curso de enfermagem, professores de enfermagem e de libras para organizar o material educativo sobre cuidados com a saúde em português e em libras. Além disso, serão realizados quadros, folders e material de vídeo.
Foram definidos os seguintes temas que acometem a saúde dos adultos de material geral, considerando dados epidemiológicos de doenças, bem como de estratégias de prevenção que consideram a saúde do adulto. Para isso, iremos trabalhar a prevenção e o cuidado: Hipertensão Arterial Sistêmica, Diabetes, Depressão, Ansiedade, Vacinação, prevenção do câncer de colo do útero e do câncer de mama, Infecções Sexualmente Transmissíveis, uso abusivo de substâncias psicoativas e terapias complementares.

Para cada tema será preparado material informativo visual. Além das atividades de educação em saúde também será realizado controle de pressão e glicemia capilar para a s pessoas portadoras de HAS e DM.
As atividades será realizadas de maneira lúdica, para que juntamente a orientação o participante possa


Cada tema será abordado durante 1 encontro mensal de até quatro horas, sendo, no mínimo utilizado três meses para cada um dos temas propostos com pessoas adultas que participam da Associação de Surdos de Pelotas.

Indicadores, Metas e Resultados

Durante o primeiro ano
Esperamos desenvolver os seguintes indicadores e Metas:
Aumento de no mínimo 90% na imunização referente a faixa etária de adultos (vacina DT, Hepatite B, Influenza), e de 100% ao final das atividades do projeto de extensão.

Realização de Testes rápidos em no mínimo 50% dos participantes.

Realização de exame papanicolaou nas UBS de origem de acordo com a preconização de frequência do INCRA, de no mínimo 50% das mulheres no primeiro ano. E de 100% até o final do segundo ano.

Autocuidado e Controle do valor da Pressão Arterial e da glicemia em pessoas portadoras de HAS em no mínimo 30% no primeiro ano, e 50% no segundo ano.

Dentre os resultados esperados, nós pretendemos contribuir com a melhora da qualidade diaria de vida, empoderamento sobre o autocuidado e autoproteção, orientar sobre o uso dos seviços de saúde, e no primeiro acompanhar os participantes, caso seja necessário. Além disso criar mais uma rede de amizade e co-responsabilização sobre saúde e bem estar com a comunidade surda, previnir o aparecimento de doenças evitáveis e integrar a pessoa surda aos serviços do Sistema Ùnico de Saúde do seu território.



Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE DE CASTRO E KASTER10
CAMILA MARIA DE OLIVEIRA
GIULIA OLIVEIRA RIBEIRO
MAIQUEL CRISTIAN FETTER4
MICHELE MANDAGARA DE OLIVEIRA10

Página gerada em 18/08/2019 01:55:39 (consulta levou 0.132344s)