Nome do Projeto
TURNO 2 – PESQUISA E CRIAÇÃO ARTÍSTICA
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
07/03/2022 - 31/08/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
Este projeto de pesquisa busca promover estudos avançados sobre a dança em corpos maduros, focando em bailarinos com média de idades entre 40 e 60 anos e utilizando como técnica de base o ballet clássico em atravessamentos com outras possibilidades cênicas e coreográficas. O projeto tem uma abordagem metodológica de pesquisa guiada pela prática, a qual será desenvolvida pelo imbricamento no processo criativo em dança. Para isso, serão realizados estudos teóricos junto à pesquisa artística, na busca de construir processos criativos que resultem em composições coreográficas, fomentando a criação em dança nos diferentes corpos disponíveis para a ação proposta. Ao longo da pesquisa, pretende-se desenvolver a criação de grupo de estudos específico, a montagem e realização de espetáculos ou obras coreográficas, a produção de escritas inéditas, além de ações diversas de compartilhamento da pesquisa.

Objetivo Geral

Promover estudos avançados sobre a dança em corpos maduros, com média de idades entre 40 e 60 anos, utilizando como técnica de base o ballet clássico em atravessamentos com outras possibilidades cênicas e coreográficas. Serão realizados estudos teóricos junto à pesquisa artística, na busca de construir processos criativos que resultem em composições coreográficas, fomentando a criação em dança nos diferentes corpos disponíveis para a ação proposta.

Justificativa

Este projeto de pesquisa busca compreender as reais potencialidades de corpos envelhecidos, junto ao desejo de mantê-los ativos enquanto bailarinos maduros. Assim, por ser, até o momento, um território considerado à margem dos grandes interesses da dança cênica ocidental, ao questionar os padrões corporais estabelecidos na sociedade contemporânea, a pesquisa oferece um potencial para múltiplos direcionamentos, mostrando relevância e originalidade com o tema apresentado.
Ao mesmo tempo, a partir de pesquisas prévias, sabe-se que o campo existente apresenta um potencial criativo, mas falta, ainda, um projetar-se ao novo, provocando, subvertendo, desestabilizando os padrões impostos pela sociedade e, assim, produzindo obras com pessoas mais velhas, com a mesma qualidade de outros trabalhos em dança. A pouca produção acadêmica a respeito, em comparação com outras áreas do campo artístico, demostra a importância de ser realizada uma investigação artística em dança voltada para bailarinos com mais de 40 anos de idade.
Além disso, a criação de espaços de debate para disseminação de saberes-fazeres provenientes da dança produzida com bailarinos maduros, são extremamente relevantes, provocando reflexões sobre o que o envelhecimento pode fazer pela dança, e não, apenas, o que a dança pode fazer pelo envelhecimento, invertendo a lógica dos estudos mais tradicionais voltados para essa área. Dessa forma, estudos sobre a dança cênica relacionada ao envelhecimento potencializam uma pedagogia da diversidade e da maturidade corporal com os corpos dançantes, bastante necessária de ser evidenciada.

Metodologia

O projeto está situado metodologicamente como pesquisa guiada pela prática, a qual será desenvolvida pelo imbricamento no processo criativo em dança, junto aos estudos teóricos realizados. Conforme Haseman (2015), muitos pesquisadores que realizam este tipo de pesquisa, não iniciam o projeto de pesquisa com a consciência de “um problema”, mas se deixam levar por aquilo que é melhor descrito como “um entusiasmo da prática”. “A pesquisa guiada-pela-prática é intrinsecamente empírica e vem à tona quando o pesquisador cria novas formas artísticas para performance e exibição.” (BRAD HASEMAN, 2015, p.44)

A produção de dados será realizada através de registros em diário de processo, bem como entrevistas, observações e gravações de vídeo. A análise dos dados acontece como decorrência do processo, emergindo das criações artísticas. A mesma passará pelas etapas de vivências e experimentações; tabulação dos resultados e escrita reflexiva sobre a prática artística em dança.
Assim, a metodologia pode ser descrita em formas complementares, em respeito ao perfil qualitativo da pesquisa, sendo conduzida primordialmente pela prática artística, realizada durante todo o processo de estudo. O projeto é composto por ações diversas interligando pesquisa e extensão:
1 - Prática artística com experimentações criativas e de composição em dança. (ênfase em pesquisa)
2 – Revisão bibliográfica e escrita reflexiva; (ênfase em pesquisa)
3 - Processo de criação e pesquisa em dança. (ênfase em pesquisa)
4 – Montagem de coreografias e/ou espetáculos de dança como resultado da pesquisa artística. (ênfase em pesquisa)
5 - Produção e apresentação das obras coreográficas. (ênfase em extensão)
5 - Produção de escrita acadêmica sobre a pesquisa realizada. (ênfase em pesquisa)

Indicadores, Metas e Resultados

INDICADORES e METAS:
O projeto espera, ao longo dos 3 anos, atingir as seguintes metas:
1) Organização de um grupo de estudos práticos em dança com corpos maduros.
2) Realização de residências artísticas com propostas diversificadas de trabalho técnico, cênico e somático.
3) Criação da Turno 2 Cia de Dança da UFPEL.
4) Desenvolvimento de atividades de criação e composição coreográfica
5) Estudos teórico-reflexivos relacionados com a prática artística desenvolvida.
6) Produção e submissão de artigos em periódicos indexados.
7) Produção e apresentação de trabalhos em eventos artístico-científicos.
8) Estreia de obra(s) cênica(s) em dança, com circulação por cidades gaúchas.
9) Formação de público voltado às produções com bailarinos maduros.
10) Promoção de estudos e pesquisas no campo da dança com corpos maduros, visando a experimentação de processos criativos e produção/difusão de conhecimentos artístico e acadêmico.

RESULTADOS:
O projeto busca ampliar e intensificar sua presença na universidade e na comunidade, através da produção e divulgação de material (teórico e prático) original sobre a dança cênica realizada com corpos amadurecidos, junto ao fomento das artes da cena voltadas a este grupo específico, contribuindo com o campo de estudos em dança.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARMEN ANITA HOFFMANN
CLAUDILENE CASTRO DE LIMA
DANIELA FERREIRA DE SOUZA
DANIELA LLOPART CASTRO6
ELEONORA CAMPOS DA MOTTA SANTOS6
Marco Aurelio da Cruz Souza
NATALIA CRISTINA DE CAMARGO
REBECA DA CUNHA RECUERO2
VICTOR HENRIQUE MEDRONHA DA SILVA
VITHÓRIA SILVA OLEIRO

Página gerada em 03/07/2022 08:57:39 (consulta levou 0.073620s)