Nome do Projeto
Exposições do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
22/10/2018 - 10/02/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Educação
Linha de Extensão
Artes visuais
Resumo
O projeto refere-se ao programa de exposições do Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo para suas três Galerias - Sala do patrono, Galeria Marina de Moraes Pires e Galeria Luciana Renck Reis - , bem como exposições que possam ser realizadas pelo Museu em parceria com outros espaços. O MALG possui em seu regimento a previsão de quatro espaços expositivos. Um deles já está em funcionamento e outros dois deverão ser reabertos em novembro de 2018. A programação é definida pelo Núcleo de Programação e Curadoria do Museu de acordo com a previsão de ocupação das salas, conforme o regimento do Museu.

Objetivo Geral

- Definir, a partir do Núcleo de Programação e Curadoria do Museu, a programação das exposições no MALG;
- Convidar ou designar no próprio Núcleo curadores para cada exposição;
- Subsidiar todos os aspectos envolvidos nas exposições do Museu: projeto expográfico, divulgação, ações educativas, visitas guiadas, produção de textos etc.

Justificativa

O Museu de arte Leopoldo Gotuzzo é uma instituição que surge, inicialmente, para abrigar a obra do artista pelotense que designa o museu. Aberto ao público em 07 de novembro de 1986 possui quase 32 anos de funcionamento e se consolida como um dos mais importantes museus da UFPEL, da cidade de Pelotas e da região sul do Rio Grande do Sul. Desde sua fundação o MALG já conta com outras coleções, além do conjunto de obras de Leopoldo Gotuzzo e, em seus anos de funcionamento, passou por distintas fases que o consolidam como espaço de preservação e divulgação da cultura, especialmente das artes visuais. Como um museu universitário tem cumprido a função de levar a comunidade muito do que é produzido no âmbito do Museu a partir de atividades de ensino e pesquisa que culminam com sua vocação naturalmente extensionista. O MALG expõe sempre obras de Leopoldo Gotuzzo e, nas demais galerias, exposições de longa duração seja das outras coleções de seu acervo, seja de artistas históricos ou parceria com outras instituições, ou, ainda, exposições experimentais de curta duração. Além disso o MALG atualmente atua em parceria com a Rede de Museus da UFPEL na intenção de fortalecer e ser fortalecido a partir de atividades comuns e com foco em ações interdisciplinares com áreas de conhecimento comuns.

Metodologia

De maneira geral, o processo que envolve a realização das exposições pode ser dividido em três etapas: 1) pré-produção; 2) produção; 3) pós-produção. A etapa de pré-produção tem início na própria atividade do Núcleo de Programação e Curadoria e, muitas vezes antecede com até um ano ou mais a definição das atividades do Museu. Nesta etapa, muitas vezes são necessárias pesquisas, estabelecimento de parcerias, solicitação de obras de outras coleções, autorizações, busca de dados biográficos e todo material que poderá enriquecer e qualificar o que será exposto. Já no momento da produção tem início o planejamento do projeto expográfico, da definição e distribuição das obras nas galerias, preparação e pintura das paredes, a montagem da exposição propriamente dita, definição e colocação de textos nas paredes, definição e colocação de etiquetas, ajustes de iluminação e toda ordem de detalhamento que cada exposição demanda. Por fim, a etapa de pós-produção implica na desmontagem, retirada das obras e dos textos e devolução de material - quando é o caso. Tal processo precisa sempre ser realizado para cada exposição, em cada uma das três galerias do Museu.

Indicadores, Metas e Resultados

Em seus poucos meses de funcionamento no novo endereço o MALG passou de um índice de visitação de aproximadamente 400 visitantes por mês, para 2000 visitantes por mês, com apenas uma galeria em funcionamento. Espera-se conseguir aumentar essa visitação ao mesmo tempo em que se procederá um estudo relativo aos visitantes do Museu para, dessa maneira, qualificar ainda mais as atividades oferecidas e estabelecer sintonia entre as necessidades e expectativas do público e a missão da instituição.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA MACHADO MADRUGA
AMANDA MACHADO MADRUGA
AMORA JULIA CUNHA BUENO
ANDREA LACERDA BACHETTINI
CAROLINA CORREA ROCHEFORT4
CAROLINA FOGAÇA TENOTTI
CLOVIS VERGARA DE ALMEIDA MARTINS COSTA4
DANIEL ALBERNAZ ACOSTA8
DANIEL YUTA HIGA
EDUARDA LENZI LOPES
FABIO GALLI ALVES16
GABRIELA DA COSTA GOMES
GABRIELA FERREIRA SCHIAVON
GUILHERME TOLEDO FUENTES
HELCIO SILVA OLIVEIRA
HELENA ARAUJO RODRIGUES KANAAN
HELENE GOMES SACCO4
JOANA SOSTER LIZOTT16
JOSE LUIZ DE PELLEGRIN9
JULIANA CHACON DE OLIVEIRA
LAUER ALVES NUNES DOS SANTOS14
LIÉGE BUDZIAREK ESLABÃO
MARI LUCIE DA SILVA LORETO19
MARIA CONSUELO SINOTTI ROCHA8
MARIA WALESKA SIGA PEIL MARTINS
MARIO DE SOUZA MAIA4
MARISTELA SALVATORI
MARTA ROSANE POSSAPP TAVARES MARTINS
MARTHA GOMES DE FREITAS8
NICOLA CARINGI LIMA
NOEMI DE CAMPOS BRETAS
PATRÍCIA ANDRÉ DOS SANTOS
RAFAELA BARBOSA RIBEIRO
RAQUEL SANTOS SCHWONKE
RENAN SILVA DO ESPIRITO SANTO
RENAN SOARES
ROBERTA RODRIGUES TRIERWEILER8
STELA SOARES KUBIAKI
TALES MACEDO VARGAS
VICENTE FANTINI DE LIMA

Página gerada em 14/11/2019 12:12:16 (consulta levou 0.166363s)