Nome do Projeto
3º Congresso Internacional de Cidadania, Espaço Público e Território
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/09/2021 - 01/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Meio ambiente
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
O território entre as suas inúmeras facetas está fadado a sofrer transformações antrópicas que o moldam e tornam único em cada um dos seus cenários, assim, os espaços urbanos estão a ser afetados por uma diversidade de ações que o tornam suscetíveis de transformações no seu uso e dinâmica social, portanto, a cidadania é parte essencial desses processos e o medo constitui um “elemento” que integra ou desintegra o território. Assim, os territórios ambientais são consequência da nossa cultura e também da forma como nos comportamos no meio urbano, ou seja, o exposto nos leva a entender que são constituídos por setores que têm alto impacto na cidade e não necessariamente devem apresentar situações de degradação, basta apenas que haja falta de atividade e vida urbana para o setor produzir nas pessoas que o fazem, eles usam sentimentos de ansiedade, pânico e insegurança. Nesse sentido, cabe refletir a partir da multidisciplinaridade que afeta a qualidade do espaço urbano e a forma como as pessoas o vivem, apropriar-se e identificá-lo, bem como identificar os impactos ou implicações das decisões que são tomadas, ou seja, eles tomam tanto do político quanto do normativo, no desenho urbano como no paisagismo, psicologia e sociologia em seu uso e arquitetura em seu desenvolvimento. Os movimentos de fóruns e discussões para o 3° Congresso Internacional de Cidadania, Espaço Público e Território acontecem de 01 de setembro de 2021 até 01 de setembro de 2022, pelo qual haverá diversificadas ações de organização e planejamento, culminando na reunião de convidados, inscritos e a Comunidade Acadêmica e Cientifica em geral, no dia 3, 4 e 5 de novembro de 2021, no Brasil, na cidade de Pelotas. O evento é promovido pelo Laboratório de Estudos Comportamentais da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Juntamente com o Laboratório, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFPel sedia o evento, de modo online devido a pandemia, com o apoio do Projeto PlaceAge, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFPel e Universidad La Gran Colombia. O evento também é desenvolvido com o apoio do LabCom Hospitalar e do Centre for Healthy Cities, Ageing and Citizenship, o qual faz parte do Programa Institucional de Internacionalização da UFPel – CAPES PRINT. Esse é um evento mundial que ocorre anualmente em diferentes países; o último foi sediado em Bogotá e promovido pela Universidad La Gran Colombia.

Objetivo Geral

Oferecer estratégias e aprofundar os desenvolvimentos investigativos em torno dos temas que envolvem a compreensão do espaço urbano, o comportamento, territorialidade, o urbanismo contemporâneo, análise crítica da evolução histórica da arquitetura e do urbanismo, a inclusão dos indivíduos no mundo digital, e desta forma, oportunizando possibilidades para participação com palestras, workshops e viagens remotas a campo com o objetivo de compreender e ampliar o conhecimento da diversificação das relações humanas e seu pertencimento.

Justificativa

O desenvolvimento do “3º Congresso Internacional sobre Cidadania, Espaço Público e Território visa proporcionar um olhar multidisciplinar das relações urbanas”, centra-se na observação, estudo e exploração de diferentes disciplinas de acordo com um discurso de especialistas, investigadores, acadêmicos e instituições públicas e as empresas privadas mantêm-se constantemente em questões de grande importância como a construção do território.

Da mesma forma, a compreensão do fenômeno dos territórios do medo e o impacto que tem sobre o uso, identidade e mirada dos espaços urbanos e seus problemas, bem como a falta de definição clara de um espaço intercultural resultante das sinergias de transformação dos sistemas, dos territórios e que atualmente estão sendo modificados pelas inúmeras condições ambientais, sociais, econômicas e políticas.

Por isso, o diálogo de saberes voltado para o reconhecimento das relações entre medo, território e sociedade é pertinente, fazendo especial precisão na qualidade do espaço urbano como facilitador da interação entre os seres humanos.

Metodologia

O Congresso propõe discussões sobre Cidadania, Espaço Público e Território, dentro das cinco linhas temáticas abaixo, nas quais os trabalhos podem ser inscritos. Cada linha temática irá ter um trabalho premiado, os quais serão agraciados na cerimônia de encerramento do Congresso.

- Gráfica Digital e Cidadania:
Esta temática abrange trabalhos que demonstrem que a inclusão dos indivíduos no mundo digital se relaciona com sua possibilidade de obter e exercer sua cidadania. Promove a reflexão sobre as conexões entre métodos e soluções de projeto, geometria e tecnologias de representação e fabricação. Foca em reflexões didáticas de processos formativos da área de representação; análises da forma, em seus aspectos físicos e perceptivos, de objetos de arquitetura e design para a compreensão de desempenhos de diversos tipos, como por exemplo, estético, estrutural, comunicacional, utilizando-se especialmente do conceito de parametria.

- Percepção, Avaliação da Cidade e Turismo:
Esta temática aborda trabalhos que investiguem a percepção e avaliação das pessoas em relação ao ambiente construído e natural e também aos seus direitos como cidadão no uso e apropriação da cidade como território. Tem um caráter multidisciplinar recebendo contribuições de outras disciplinas, tais como planejamento urbano e arquitetura, psicologia, geografia humana, sociologia urbana e antropologia. Pesquisas nessa temática envolvem estudos de percepção (como o indivíduo percebe o ambiente), de cognição (como a mente do indivíduo absorve e estrutura as informações recebidas do meio ambiente) e de comportamento (como o indivíduo compreende, reage e modifica o meio ambiente).

- Urbanismo Contemporâneo e Territórios:
Esta temática engloba estudos em diferentes vertentes contemporâneas relacionadas à escala urbana. Discute aspectos morfológicos, estéticos, sociais, ambientais e climáticos das cidades. Aborda análises apoiadas por tecnologia computacional (planejamento, morfologia e modelagem urbana e investigações em clima urbano) e discussões teóricas multidisciplinares (cidade e contemporaneidade e projeto, produção e apropriação do espaço habitado). Trabalha diferentes escalas: desde a macro-escala, passando por microclimas urbanos e chegando às implicações sobre o ambiente construído.

- Teoria, História, Patrimônio e Crítica dos Espaços Públicos:
Esta temática engloba estudos que visam o aprimoramento cultural, estético, científico e técnico dos temas de teoria da arquitetura e do urbanismo com foco em espaços públicos, através da investigação e análise crítica da evolução urbana e da arquitetura produzida. Realiza-se estudos teóricos, estéticos e críticos tanto em escala urbana como de edifícios. Os resultados almejados compreendem uma maior compreensão da arquitetura e do urbanismo, subsídios teóricos para políticas públicas em áreas relacionadas, formação de acervo de memória em diversas modalidades (referências para outros pesquisadores), estudar os processos de construção das paisagens histórico-culturais em geral, no Brasil e na fronteira meridional do país.

- Conforto, Tecnologia e Sustentabilidade na Cidade:
Esta temática aborda aspectos qualitativos e quantitativos do conforto térmico, acústico e de iluminação das edificações e dos espaços externos e suas relações com a satisfação do usuário e a eficiência energética. Também, a área de desenvolvimento de produtos e processos inovadores, relativos às diferentes etapas do ciclo de vida das edificações: concepção, projeto, produção, uso operação e manutenção. Além da conservação do patrimônio edificado, estudo de materiais sustentáveis e sistemas construtivos.

Indicadores, Metas e Resultados

Difundir ideias e promover a troca de experiências entre profissionais, estudantes, pesquisadores, alunos e a Comunidade Externa, no intuito de disseminar a expansão e aprofundamento do conhecimento de temas relacionados aos campos da Arquitetura e do Urbanismo. De forma específica, o 3º Congresso Internacional sobre Cidadania, Espaço Público e Território tem o objetivo de inserir à esta proposta a região sul do estado do Rio Grande do Sul, e nesta edição, o Laboratório de Estudos Comportamentais da FAURB/UFPEL, intervindo no seu território, pontualmente e globalmente, projetando o futuro da instituição e seu desenvolvimento. O III Congresso Internacional sobre Cidadania, Espaço Público e Território fomentará a investigação acadêmica e a ampliação do conhecimento pelos discentes e docentes desta e das demais instituições parceiras.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ABEL VINICIUS MACHADO CAETANO DA SILVA
ADRIANA ARAUJO PORTELLA5
ADRIANE BORDA ALMEIDA DA SILVA2
ALINE MONTAGNA DA SILVEIRA2
AMANDA FERREIRA GARCIA
ANA ELÍSIA DA COSTA
ANA LUCIA COSTA DE OLIVEIRA2
ANDRE DE OLIVEIRA TORRES CARRASCO2
ANTONIO CESAR SILVEIRA BAPTISTA DA SILVA2
ARIELA DA SILVA TORRES2
Alberto Jiménez Ruiz
Alessandra Gobbi Santos
CELIA HELENA CASTRO GONSALES2
CELINA MARIA BRITTO CORREA2
CRISTHIAN MOREIRA BRUM5
Claudia Rogeria Gaida
Cláudia Eliane Ilgenfritz Toso
DANIELA BILHALVA DE FARIAS
EDUARDO GRALA DA CUNHA2
EDUARDO ROCHA3
EMILY SCHIAVINATTO NOGUEIRA
Edgar Eduardo Roa Castillo
Estevan de Bacco Bilheri
FABIO KELLERMANN SCHRAMM2
Fabiana Lopes Zampieri
Fabio Andrés Vinasco Ñustes
Fernanda Corrêa da Silva
GISELE SILVA PEREIRA2
Helena Copetti Callai
ISABEL TOURINHO SALAMONI2
JANICE DE FREITAS PIRES2
José Martín Gómez Tagle Morales
Juan Manuel Garzón Blanco
KARINA DOS SANTOS MOURA
LAUREN NICOLE GONÇALVES DUARTE
LIGIA MARIA AVILA CHIARELLI
LISANDRA FACHINELLO KREBS2
LORENA MAIA RESENDE
LOUISE PRADO ALFONSO2
LUIS ANTONIO DOS SANTOS FRANZ2
Lucimery Dal Medico
MAUREEN ROUX CORDEIRO LAUTENSCHLAGER
MAURICIO COUTO POLIDORI3
NATALIA NAOUMOVA2
NIRCE SAFFER MEDVEDOVSKI3
PAMELA PADILHA SILVEIRA
Pedro Couto Moreira
RAFAELA BORTOLINI2
RICARDO LUIS SAMPAIO PINTADO2
Renato José Dall Agnol
Ryan Woolrych
THAÍS DEBLI LIBARDONI
Tarcisio Dorn de Oliveira

Página gerada em 19/09/2021 19:31:15 (consulta levou 0.221312s)