Nome do Curso / Conceitos (*)
Ciências Ambientais
CAPES (2017)3
Nível / Grau
Pós-Graduação / MESTRADO ACADÊMICO
Modalidade
Presencial
Turno
INTEGRAL
Código UFPel
7071
Código CAPES
42003016056M7
Unidade
Programa
Coordenador
Criação e Reconhecimento
Resolução n. 20 de 09/11/2016
Portaria MEC n. 129 de 20/02/2018 D.O.U em 21/02/2018, Seção 1, p. 19.

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAmb), da Universidade Federal de Pelotas, foi recomendado pelo Conselho Técnico-Científico da CAPES em outubro de 2016, iniciando suas atividades no primeiro semestre de 2017.

 

O PPGCAmb busca formar quadro técnico qualificado para a pesquisa, docência e atuação profissional na área de Ciências Ambientais, por meio de abordagem interdisciplinar das questões que envolvem os desafios socioambientais.

 

O PPGCAmb possui um quadro docente de 17 professores permanentes (NP). As atividades do programa encontram-se estruturadas em duas linhas de pesquisa: (1) Gestão e Avaliação de Ambientes Naturais e Antrópicos; (2) Tecnologias aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável.

Nos últimos anos houve um aumento expressivo na preocupação com as questões ambientais. As iniciativas fundamentadas pelos órgãos fiscalizadores governamentais e da sociedade para a solução de problemas relacionados à poluição do ar, água e solo causados pelas empresas têm resultado na busca por ações e políticas voltadas à preservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável. No meio empresarial, a questão ambiental, atualmente, é um fator de competitividade, conquista de mercado e manutenção da produção. A adoção de sistemas de Gestão Ambiental propõe ações que minimizem custos com o consumo de recursos naturais e com o tratamento de resíduos e emissões de gases na atmosfera.
E as Instituições de Ensino Superior têm a responsabilidade de garantir a formação de profissionais altamente qualificados que possibilitem o alto padrão de qualidade para a solução e gerenciamento de questões ambientais. A existência de Cursos de Pós-Graduação na área ambiental torna-se de extrema importância para a busca de profissionais com alto nível de especialização com habilidades e competências diversas; capacidade de desenvolvimento de novas tecnologias e habilidades de capacitação de recursos humanos na área ambiental.
A região Sul do Brasil e do Rio Grande do Sul possui alguns Cursos de Pós-Graduação na área Ambiental. Contudo, a formação de Professores e ou pesquisadores Mestres e ou Doutores na área Ambiental é insuficiente para a demanda. Além disso, tem-se um problema regional, em que muitos profissionais têm que sair da região para grandes centros, dificultando ainda mais a formação de profissionais na área.
Neste contexto, visando qualificar os profissionais na área ambiental, propõe-se a criação de um Curso de Doutorado em Ciências Ambientais, com a finalidade de formar profissionais altamente qualificados e com caráter interdisciplinar na área ambiental. O qual promoverá a formação de Profissionais qualificados para trabalharem na Área Ambiental, suprindo as necessidades regionais, estaduais, nacionais e fronteiriças com Uruguai e Argentina.
Além disso, com a implantação deste Curso de Doutorado, pretende-se atingir outros objetivos como:
(i) elaborar a criação de um Programa de cooperação em torno da produção, análise ambiental e tratamento dos diversos resíduos gerados pela atividade industrial e humana;
(ii) aproximar grupos que desenvolvam mapeamentos e inventários da área ambiental e estabelecer modelos de uso, manejo e tratamento de resíduos;
(iii) desenvolver iniciativas para formação e intercâmbio de pesquisadores nas diversas áreas ambientais, formando profissionais e pesquisadores capazes de resolver os problemas ambientais proporcionados pela sociedade;
(iv) identificar lacunas de conservação da biodiversidade supranacionais ou trans-fronteiriças e, estudos sobre espécies com distribuição compartilhada;
(v) promover a agregação de informações e de bases de dados sobre contaminações ambientais e problemas relacionados com a produção e descarte inadequado de resíduos;
(vi) promover iniciativas de pesquisa, conservação e manejo ambiental sustentável no Sul do Brasil;
(vii) promover iniciativas de divulgação científica, de educação e formação profissional voltado a área ambiental capaz de identificar, analisar e resolver problemas ambientais e seus impactos na sociedade;
(viii) estabelecer cooperação para propor políticas de promoção de iniciativas de análise ambiental e desenvolvimento sustentável compatíveis com a conservação da biodiversidade e baseadas na vocação natural dos ecossistemas.
 

Área de Concentração

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAmb) está inserido na área de concentração de Ciências Ambientais que é uma área multidisciplinar e abrangente que visa ao estudo, à pesquisa e à compreensão das complexas interações entre os componentes naturais e antrópicos do meio ambiente. Essa área desempenha um papel crucial na busca por soluções para os desafios ambientais contemporâneos, que incluem a conservação da biodiversidade, a mitigação das mudanças climáticas, a gestão sustentável dos recursos naturais e a promoção da qualidade de vida das populações. Através de pesquisas interdisciplinares, essa área visa compreender os impactos da ação humana no meio ambiente e desenvolver estratégias para a promoção da sustentabilidade e da resiliência ambiental. Além disso, as Ciências Ambientais têm como objetivo formar profissionais capacitados para a tomada de decisões informadas, contribuindo para políticas públicas e práticas empresariais mais sustentáveis. A interdisciplinaridade e a abrangência desse campo refletem a complexidade das questões ambientais atuais e a necessidade de uma abordagem holística para a proteção e preservação do nosso planeta.
A área de concentração em Ciências Ambientais integra temas de investigação científica relacionados tanto às análises ambientais e sistemáticas da biodiversidade, quanto ao desenvolvimento de tecnologias para sistemas de produção que sejam ambientalmente sustentáveis, economicamente viáveis e socialmente aceitáveis.

 

Linhas de Pesquisa

      1. Linha de pesquisa: Gestão e Avaliação de Ambientes Naturais e Antrópicos

Área de Concentração: Ciências Ambientais
Descrição:
A linha de Gestão e Avaliação visa à realização de estudos interdisciplinares das dinâmicas em ambientes naturais e antropizados, bem como suas relações com a sociedade, educação ambiental sustentável, buscando alternativas e estratégias para a gestão e recuperação destas áreas. Além disso, visa analisar a estrutura do meio físico dos diversos ambientes, bem como os processos de análise e avaliação de impactos ambientais, processos de poluição e desperdícios de recursos naturais, aos sistemas de abastecimento de água potável, biotecnológicas, epidemiológicas e suas relações com as políticas públicas e gestão ambiental.
A linha de pesquisa "Gestão e Avaliação de Ambientes Naturais e Antrópicos" na área de concentração de Ciências Ambientais apresenta perspectivas promissoras que podem impactar positivamente as dimensões docentes, discentes e institucionais, bem como a sociedade e o meio ambiente em geral.
 
  1. Perspectiva Docente
 
  1. Pesquisa Interdisciplinar: A natureza interdisciplinar dessa linha de pesquisa permite que os docentes colaborem em estudos abrangentes que abordam desafios ambientais complexos de diferentes perspectivas. Isso enriquece seu conhecimento e experiência, promovendo a inovação na pesquisa e a aplicação de abordagens multifacetadas para resolver problemas ambientais.
  2. Desenvolvimento de Projetos Inovadores: Os docentes têm a oportunidade de liderar projetos de pesquisa inovadores que abordam questões críticas relacionadas à gestão ambiental e à avaliação de impactos. Isso não apenas contribui para o avanço do conhecimento na área, mas também promove soluções práticas para problemas ambientais reais.
  3. Colaboração Interinstitucional: A linha de pesquisa pode incentivar parcerias e colaborações com outras instituições de pesquisa e órgãos governamentais, ampliando as oportunidades para pesquisas conjuntas e aquisição de recursos externos.

Perspectiva Discente
  1. Formação Avançada: Os estudantes que optam por seguir essa linha de pesquisa têm a oportunidade de receber uma formação de alto nível em gestão e avaliação de ambientes naturais e antropizados. Isso os prepara para enfrentar desafios ambientais complexos e para contribuir com soluções inovadoras.
  2. Experiência Prática: A pesquisa aplicada nessa linha de pesquisa oferece aos discentes a oportunidade de se envolver em projetos práticos que abordam questões reais de gestão ambiental. Essa experiência prática enriquece seu currículo e os prepara para carreiras na área de meio ambiente.
  3. Publicações e Apresentações: Os estudantes podem contribuir com a divulgação de resultados de pesquisa por meio de publicações em revistas científicas e apresentações em conferências, permitindo que compartilhem suas descobertas com a comunidade acadêmica e profissional.
 
  1. Perspectiva Institucional
 
  1. Fortalecimento da Reputação: A presença de uma linha de pesquisa tão relevante contribui para elevar a reputação da instituição no campo das Ciências Ambientais. Isso pode atrair estudantes talentosos, pesquisadores renomados e parcerias com outras instituições de ensino e pesquisa. Além da incorporação princípios de sustentabilidade aos laboratórios e edifícios da instituição.
  2. Impacto na Sociedade: A pesquisa realizada nessa linha pode influenciar positivamente a formulação de políticas públicas relacionadas ao meio ambiente, levando a práticas de gestão ambiental mais eficazes e à proteção de ambientes naturais e antropizados. Geração de renda para a comunidade impactada.
  3. Contribuição para a Educação Ambiental: A linha de pesquisa também pode contribuir para o desenvolvimento de programas de educação ambiental sustentável, aumentando a conscientização e a compreensão da sociedade sobre questões ambientais críticas. Fomentar a reciclagem de resíduos e uso sustentável da água da instituição.
  4. Parcerias com a Indústria e o Setor Público: A instituição pode estabelecer parcerias com empresas, organizações governamentais e agências ambientais para aplicar soluções práticas resultantes da pesquisa, promovendo a sustentabilidade e a gestão responsável dos recursos naturais.
 
  1. Ações do PPGCAmb que fomentam essa situação

Para fomentar a situação positiva da linha de pesquisa "Gestão e Avaliação de Ambientes Naturais e Antrópicos" no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAmb), é fundamental implementar ações estratégicas que promovam o crescimento, a excelência e o impacto da pesquisa nessa área. Abaixo, estão algumas ações que podem contribuir para o fortalecimento dessa linha de pesquisa:
  1. Captação de Recursos Externos: Buscar ativamente financiamento de agências de fomento, como agências governamentais, fundações, e também parcerias com empresas interessadas em soluções ambientalmente sustentáveis. Esses recursos podem apoiar projetos de pesquisa, bolsas de estudo e infraestrutura de laboratórios.
  2. Promoção de Colaborações Interdisciplinares: Incentivar a colaboração entre docentes de diferentes áreas dentro e fora da instituição. Isso pode ser feito por meio de workshops interdisciplinares, seminários, grupos de pesquisa colaborativos e redes acadêmicas.
  3. Desenvolvimento de Projetos Aplicados: Priorizar projetos de pesquisa que tenham aplicações práticas e impacto direto na solução de problemas ambientais. Isso não apenas reforça a relevância da pesquisa, mas também contribui para a resolução de questões reais.
  4. Desenvolvimento de Projetos de Extensão: Criar projetos de extensão que permitam aos estudantes e docentes aplicarem seus conhecimentos em ações práticas, envolvendo a comunidade local na resolução de problemas ambientais e na promoção da educação ambiental sustentável.
  5. Fortalecimento das Parcerias Institucionais: Estabelecer parcerias com outras instituições de ensino e pesquisa, órgãos governamentais e organizações não governamentais que compartilhem interesses na área de gestão ambiental. Essas parcerias podem resultar em oportunidades de colaboração em projetos de pesquisa e em compartilhamento de recursos.
  6. Avaliação Contínua e Melhoria: Implementar um sistema de avaliação de impacto para acompanhar o resultado das pesquisas e medir seu impacto na sociedade e no meio ambiente. Essas métricas podem ser usadas para demonstrar o valor da linha de pesquisa e identificar áreas de melhoria.
 
      1. Linha de pesquisa: Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável

Área de Concentração: Ciências Ambientais
Descrição:
O desenvolvimento e utilização de tecnologias e metodologias aplicadas ao ambiente visa desenvolver tecnologias para aprimorar o sistema de gerenciamento, tratamento, reutilização e disposição final de resíduos; Desenvolver tecnologias de minimização, atenuação, tratamento e reuso de efluentes, águas residuárias e esgotos; buscar soluções energéticas e tecnológicas ecologicamente compatíveis, e também produzir produtos sustentáveis e ou biotecnologias para o tratamento e recuperação de áreas degradadas e contaminadas pelos diversas atividades antrópicas.


 
  1.  Perspectivas Docentes, Discentes e Institucionais

A criação de uma linha de pesquisa dedicada a "Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável" no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAmb) representa uma oportunidade significativa para fortalecer tanto a área de concentração das Ciências Ambientais quanto a instituição como um todo. Essa linha de pesquisa desempenha um papel fundamental nas perspectivas docentes, discentes e institucionais, contribuindo para o desenvolvimento sustentável e para a consolidação do programa de pós-graduação.

 
  1. Perspectiva Docente
 
  1. Pesquisa e Inovação: A linha de pesquisa de Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável permite que o corpo docente se engaje em pesquisas inovadoras e interdisciplinares, criando oportunidades para colaborações com outros departamentos e instituições. Isso enriquece o conhecimento dos docentes e fortalece sua posição na comunidade acadêmica.
  2. Captação de Recursos: A pesquisa aplicada tem o potencial de atrair financiamento externo de órgãos de fomento, empresas e organizações governamentais. Isso não apenas fortalece a posição financeira do programa, mas também amplia as oportunidades de pesquisa para os docentes.
 
  1. Perspectiva Discente
 
  1. Formação Avançada: O curso de doutorado com a linha em Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável oferecerá uma formação de alto nível para os estudantes, capacitando-os a abordar desafios ambientais complexos e a contribuir para soluções inovadoras.
  2. Experiência Interdisciplinar: Os discentes têm a oportunidade de trabalhar em projetos interdisciplinares que integram conhecimentos de diversas áreas. Isso amplia sua visão e capacidade de solucionar problemas, preparando-os para carreiras de impacto na área ambiental.
 
  1. Perspectiva Institucional
 
  1. Reputação e Classificação: A inclusão de um programa de doutorado em uma área tão crítica como Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável pode elevar a reputação do PPGCAmb e atrair talentos nacionais e internacionais, impactando positivamente a classificação do programa.
  2. Parcerias com Empresas: O programa pode estabelecer parcerias com empresas interessadas em soluções sustentáveis, promovendo a transferência de tecnologia e a aplicação prática das pesquisas desenvolvidas. Isso pode gerar financiamento adicional e oportunidades de estágio para os estudantes.
 
  1. Ações do PPGCAmb que fomentam essa situação
 
  1. Captação de Recursos Externos: Buscar ativamente financiamento de agências de fomento, empresas e órgãos governamentais para apoiar a pesquisa e o desenvolvimento de tecnologias sustentáveis.
  2. Promoção de Colaborações Interdisciplinares: Incentivar a colaboração entre docentes de diferentes áreas dentro e fora da instituição, visando abordagens integradas para desafios ambientais complexos.
  3. Desenvolvimento de Projetos Aplicados: Priorizar projetos de pesquisa que tenham aplicações práticas e impacto direto na solução de problemas ambientais.
 
  1. Potencial de Arrecadação de Recursos e Impacto Social

A linha de pesquisa "Tecnologias Aplicadas ao Meio Ambiente Sustentável" tem um grande potencial de arrecadação de recursos, que se refletem socialmente de várias maneiras:
  1. Parcerias com Empresas: Colaborações com empresas interessadas em soluções sustentáveis podem gerar financiamento para pesquisa e estágios para os estudantes, enquanto as empresas se beneficiam de inovações e práticas ambientalmente responsáveis.
  2. Uso Imediato de Tecnologias: A pesquisa pode resultar em tecnologias e práticas que são imediatamente aplicáveis, reduzindo o impacto ambiental negativo e promovendo a sustentabilidade.
  3. Geração de Renda: Novas tecnologias e inovações têm o potencial de criar oportunidades de negócios e empregos, contribuindo para o crescimento econômico da região.
  4. Melhoria da Qualidade de Vida: Soluções ambientalmente sustentáveis têm um impacto direto na qualidade de vida das comunidades, resultando em ar mais limpo, água potável e recursos naturais preservados.
  5. Impacto na Política Pública: Pesquisas aplicadas podem influenciar políticas governamentais, promovendo regulamentações mais rígidas e eficazes em relação ao meio ambiente.

 

Organização Curricular

Disciplinas Obrigatórias 

CIÊNCIAS AMBIENTAIS
DOCÊNCIA ORIENTADA
PESQUISA ORIENTADA
SUSTENTABILIDADE E GESTÃO AMBIENTAL

Pesquisadores

Robson Andreazza
Gizele Gadotti
Érico Kunde Corrêa
Andrea Souza Castro
Simone Pieniz
Luciara Bilhalva Corrêa
Hugo Alexandre Soares Guedes
Diuliana Leandro
Tirzah Moreira Siqueira
Daniela Buske
Maurizio Silveira Quadro
Rubia Flores Romani
 

Créditos necessários

24

Matriz Curricular

Professores que ministraram disciplinas no Curso nos últimos três semestres

Nome
AMANDA DANTAS DE OLIVEIRACentro de Desenvolvimento Tecnológico
ANDREA SOUZA CASTROCentro de Engenharias
ANDRÉ LUIZ MISSIOCentro de Desenvolvimento Tecnológico
BRUNO MULLER VIEIRACentro de Engenharias
CAMILA MONTEIRO CHOLANT
CICERO COELHO DE ESCOBARCentro de Engenharias
CLAUDIA LIANE RODRIGUES DE LIMAFaculdade de Agronomia Eliseu Maciel
DANIELA BUSKEInstituto de Física e Matemática
DARCI ALBERTO GATTOCentro de Engenharias
DIULIANA LEANDROCentro de Engenharias
EDUARDA MEDRAN RANGEL
ERICO KUNDE CORREACentro de Engenharias
EVERTON ANGER CAVALHEIROCentro de Engenharias
FERNANDO MACHADO MACHADOCentro de Desenvolvimento Tecnológico
FLAVIA FONTANA FERNANDESFaculdade de Agronomia Eliseu Maciel
FLAVIO MANOEL RODRIGUES DA SILVA JÚNIOR
FRANCISCO AMARAL VILLELAInstituto de Física e Matemática
GISELDA MARIA PEREIRAInstituto de Física e Matemática
GIZELE INGRID GADOTTICentro de Engenharias
LUCIARA BILHALVA CORREACentro de Engenharias
LUIS ANTONIO DOS SANTOS FRANZCentro de Engenharias
MARIA CANDIDA MOITINHO NUNESFaculdade de Agronomia Eliseu Maciel
Marília LazarottoCentro de Engenharias
MATEUS MENEGHETTI FERRERCentro de Desenvolvimento Tecnológico
MAURIZIO SILVEIRA QUADROCentro de Engenharias
PASCAL SILAS THUECentro de Engenharias
RAFAEL BELTRAMECentro de Engenharias
RAFAEL DE AVILA DELUCISCentro de Engenharias
ROBSON ANDREAZZACentro de Engenharias
RUBIA FLORES ROMANICentro de Engenharias
SERGIO DA SILVA CAVACentro de Desenvolvimento Tecnológico
SILVIA HELENA FUENTES DA SILVA
SIMONE PIENIZFaculdade de Nutrição
TIRZAH MOREIRA SIQUEIRACentro de Engenharias
WILLIAN CEZAR NADALETICentro de Engenharias

Turmas ofertadas em 2024 / 1

Versão do Currículo: 916 (ATUAL)

1º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
1640262 - AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAISProfessor responsável pela turma: TIRZAH MOREIRA SIQUEIRA
Horários
ManhãTardeNoite
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
011512
1640354 - Ciência e Sustentabilidade da MadeiraProfessor responsável pela turma: RAFAEL BELTRAME
Professor Regente: DARCI ALBERTO GATTO
Horários
ManhãTardeNoite
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
01105
1640278 - GERENCIAMENTO E TRATAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOSProfessor responsável pela turma: ERICO KUNDE CORREA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
011520
15000834 - PESQUISA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: LUCIARA BILHALVA CORREA
Professor Regente: ROBSON ANDREAZZA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
01256
15000834 - PESQUISA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: TIRZAH MOREIRA SIQUEIRA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
T11
15000752 - PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS SUSTENTÁVEIS PARA O TRATAMENTO DE ÁGUAProfessor responsável pela turma: CICERO COELHO DE ESCOBAR
Horários
ManhãTardeNoite
TER14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
01103
15000941 - SUSTENTABILIDADE E GESTÃO AMBIENTALProfessor responsável pela turma: ANDREA SOUZA CASTRO
Professor Regente: DIULIANA LEANDRO
Professor Regente: WILLIAN CEZAR NADALETI
Horários
ManhãTardeNoite
QUI14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
012020
1640355 - Tecnologias em Sistemas Energético-Ambientais e Engenharia BioenergéticaProfessor responsável pela turma: WILLIAN CEZAR NADALETI
Professor Regente: BRUNO MULLER VIEIRA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
01156

2º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: DIULIANA LEANDRO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0152
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: ERICO KUNDE CORREA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0212
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: Marília Lazarotto
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0311
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: RAFAEL BELTRAME
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0511
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: LUCIARA BILHALVA CORREA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0611
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: MAURIZIO SILVEIRA QUADRO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0711
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: DARCI ALBERTO GATTO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0811
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: ANDREA SOUZA CASTRO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
0911
1640263 - DOCÊNCIA ORIENTADAProfessor responsável pela turma: RAFAEL DE AVILA DELUCIS
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
411
15000761 - MATERIAIS VEGETAIS SUSTENTÁVEISProfessor responsável pela turma: ANDRÉ LUIZ MISSIO
Professor Regente: RAFAEL DE AVILA DELUCIS
Horários
ManhãTardeNoite
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
01105
1640269 - RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADASProfessor responsável pela turma: Marília Lazarotto
Professor Regente: ROBSON ANDREAZZA
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
011318
15000942 - TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DE AMBIENTES NATURAIS E ANTRÓPICOSProfessor responsável pela turma: TIRZAH MOREIRA SIQUEIRA
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
0111
15000942 - TÓPICOS ESPECIAIS EM GESTÃO E AVALIAÇÃO DE AMBIENTES NATURAIS E ANTRÓPICOSProfessor responsável pela turma: EVERTON ANGER CAVALHEIRO
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
E152

Alunos Matriculados

Nome Ano de ingresso Semestre de ingresso
ANDRIGO FARIAS XAVIER20241
BERNARDO DOS SANTOS FERNANDES20241
Ebreu Nanque20241
GABRIELLI FERNANDES RODRIGUES20241
GEANDRA DUARDES BRAGA 20241
LEANDRO COSTA CANTOS20241
LETICIA GOMES SILVA E SILVA20241
Letiéle Eslabão do Espírito Santo20241
LUCIANO DOS SANTOS SILVA20241
LUCIANO MARTINS TAVARES20241
Marcelo Jorge Bach20241
MARCELO JORGE BACH FILHO20241
MARIANA GUERRA GOMES DE PINHO20241
PALOMA NUNES BUENO20241
RAFAELA MAGALHÃES JORGE HALLAL20241
TAINARA GOULART CORRÊA20241
TÁSSIA PARADA SAMPAIO20241
ADALICE ANDRADE KOSBY20232
Allison Badila Mancabú20232
BÁRBARA GEOVANA MELLO HEPP20232
BRUNO PIEDRAS DA SILVEIRA20232
D'ANDRÉA ZAMPIERI MARMITT20232
ELIAS DUMMER20232
ELKA CAROLINA OJEDA20232
GUILHERME GARCIA SINOTT SILVEIRA20232
JEFFERSON DAMASIO20232
JÉSSICA GARCIA SOARES BARCELOS20232
Júlia Celestino Luçardo20232
MARCELA ROCHA MARTINEZ20232
VAGNER LEMOS BORGES20232
ADRIZE MEDRAN RANGEL20231
AMANDA MORAIS GRABIN20231
EDUARDA GOMES DE SOUZA20231
EDUARDO DOS SANTOS NUNES20231
EVERTON RODRIGUES ZIRBES20231
Fernanda Wickboldt Stark20231
GUSTAVO LUÍS CALEGARO20231
HARTUR XAVIER PINHEIRO20231
LEOPOLDO DOS SANTOS DA SILVA20231
LIDIARA MANCILIO QUEVEDO20231
LUIZ FERNANDO DE ÁVILA LEIVAS20231
MAYARA DE OLIVEIRA ALVES BRANCO20231
Nataly Matos da Silva 20231
PATRICIA DE BORBA PEREIRA20231
PHILIPPE RIEFFEL BREIDE20231
SUÉLEN DE OLIVEIRA FIGUEIREDO GARCIA20231
ALEXANDRE AQUINO MORAES20222
EMANUÉLLE SOARES CARDOZO20222
IANUSKA RAMOS OLIVEIRA20222
ANELISE MORAIS DOS SANTOS20221
Carlos Daniel Maciel Aick20221
DIOVANA DA SILVA GUTERRES20221
LARISSA ALDRIGHI DA SILVA20221
MARLUCI ROMEU FERNANDES20221
Peterson Maximilla Pereira20221
Roseane Borba dos Santos Cruz20221
SAMUEL QUIROZ ANGELO20221
TALITA AGUIDA DADALT20221
THAIS NOBLE RODRIGUES20221
Alanderson Larroza Rodrigues20212
DÉBORA DA SILVA RODRIGUES20212
José André Ferreira Batista20212
Norton Peterson de Mello20212
Mariela Vieira Peixoto da Silva20211
Roberta Langlois Massaro20211

Alunos Egressos

Nome Ano de ingresso Ano de conclusão
ADRIANE XAVIER CORTEZ20172019
ALINE FERREIRA DE ARAUJO20172019
BETTINA RODRIGUES MACHADO20172019
CAROLINA FACCIO DEMARCO20172019
JOSÉ LUIS MARIA20172019
LUCAS LOURENÇO CASTIGLIONI GUIDONI20172019
ROMULO HENRIQUE BATISTA DE FARIAS20172019
SAMANTA TOLENTINO CECCONELLO20172019
TATIANA NUNES DIESEL20172019
THAYS FRANÇA AFONSO20172019
VANESSA FABRICA GALARRAGA20172019
ANA LUIZA BERTANI DALL'AGNOL20182020
ARYANE ARAUJO RODRIGUES20192020
CAROLINA DA SILVA GONÇALVES20182020
DAIANE KATH DALLMANN20182020
DANIEL BRITTO DOS SANTOS20182020
Fernando da Silva Moreira20172020
HELENA DE FIGUEIREDO HAMMES20182020
IULLI PITONE CARDOSO20182020
LICIANE OLIVEIRA DA ROSA20182020
LOUISE HOSS20182020
LUIZA BEATRIZ GAMBOA ARAÚJO MORSELLI20192020
MARCOS VINÍCIUS HENRIQUES DOS SANTOS20182020
NATALÍ RODRIGUES DOS SANTOS20172020
RAFAEL PRIEBE GRIEP20182020
SILVANA BARBOSA COSTA GARCIA20192020
SILVIA SIMÕES ADORNES20192020
THALES CASTILHOS DE FREITAS20192020
VANDRESSA SIQUEIRA WALERKO20182020
VITOR ALVES LOURENÇO20182020
AMANDA GARCIA DA CUNHA20182021
ÁTILA MARTINS GOMES20192021
DENISE DOBKE20192021
GABRIELA TOMBINI PONZI20192021
GUILHERME PEREIRA SCHOELER20192021
LETÍCIA DEMARI ANTUNES20192021
LÍLIAN DE QUEIROZ FIRMINO20192021
LUÍS CÉSAR SALDANHA DA SILVA20192021
MARILIA DA COSTA ALVARENGO20202021
ANA PAULA ROZADO GOMES20202022
ANDREZA DE ÁVILA LAUTENSCHLEGER20202022
ARTHUR SPEROTTO PERUZZO20182022
DENISE DOS SANTOS VIEIRA20202022
DIENIFER ALINE BRAUN BUNDE20202022
FABIANA FERNANDES LAROQUE20192022
Frantzso Pierre20202022
JÉSSICA DA ROCHA ALENCAR BEZERRA DE HOLANDA20192022
JÉSSICA TORRES DOS SANTOS20202022
LUCAS REINALDO WACHHOLZ ROMANO20192022
MARCELO FONSECA VARGAS20212022
NESTOR JOSÉ SILVEIRA DE SILVEIRA20202022
RAQUEL LEÃO SANTOS20192022
Aguinaldo Didio Piske20212023
ANA BEATRIZ GONÇALVES VAZ20212023
CAREN WILSEN MIRANDA COELHO WANDERLEY20212023
Carina Sinnott Duarte20212023
CAROLINA DA SILVA SILVA20202023
CAROLINA PINZ MEDRONHA20212023
DANIELA MATTOS FERNANDES20212023
JÉSSICA EL KOURY SANTOS20212023
JONES BITTENCOURT MACHADO20212023
Maele Costa dos Santos20212023
MAIARA MORAES COSTA20212023
OTTONI MARQUES MOURA DE LEON20212023
PRISCILA PEDRA GARCIA20212023
RUAN BERNARDY20212023

Localização e contatos

Página gerada em 21/04/2024 17:52:35 (consulta levou 0.277220s)