Nome do Projeto
Compreensão de si mesmo, do outro e da sociedade em que vivemos: por um trabalho de integridade, valores, vivências e auxílio educativo na atenção a crianças do Instituto Nossa Senhora da Conceição
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/03/2017 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Direitos Humanos e Justiça
Linha de Extensão
Infância e adolescência
Resumo
A universidade como lócus de produção, de consolidação e de socialização do conhecimento tem como compromisso o desenvolvimento de projetos integrados, que estabeleçam ações calcadas no tripé ensino, pesquisa e extensão, devendo assumir uma atitude de integração entre as instâncias, promovendo espaço e desenvolvimento à comunidade a qual faz parte, para que a indissociabilidade não seja contemplada apenas enquanto afirmação de um princípio institucional. Desta forma, o presente projeto tem como um dos principais pilares estender a interface: universidade e comunidade, contribuindo para a produção de conhecimentos, sentidos, valores e ética na formação do acadêmico e na relação com a sociedade, pois ao inserir os alunos numa instituição beneficente de assistência social cujo atendimento ocorre em turno inverso ao da escola para até 71 meninas na faixa etária de 06 a 12 anos socialmente vulneráveis, tendo como prioridade trabalhar as necessidades sócio-educativas, econômicas e sociais apresentadas pelas meninas e por seus familiares. O trabalho a ser desenvolvido possibilita (re)pensar a atividade educativa e oportunizar aos acadêmicos a enfrentarem, de forma mais consistente, os complexos desafios e exigências do trabalho social e educativo que imperam na sociedade do século. O educador tem novos desafios propostos pela complexidade que se anuncia pela globalização, miséria, violência, esgotamento dos recursos naturais do planeta, doenças, erradicação do trabalho infantil, inclusão social, formas de relacionar-se frente aos avanços tecnológicos, cidadania, falta de valores, etc; o que nos força a considerar os modos de ser e agir que estabelecemos na sociedade, a qual fazemos parte. Portanto, nos sentimos instigados a propor situações de aprendizagem e saberes, através da relação dos alunos com os agentes educativos e com os abrigados na instituição em tela, proporcionando um espaço de trocas de experiências e consequente formação. A proposta então se aproxima da instituição pelo trabalho com oficinas e rodas de conversa que são compostas, na sua maioria, por estudantes oriundos do curso de pedagogia, oportunizando na formação dos alunos dos cursos de graduação da UFPel novos olhares, novas percepções, novos sentidos e consciência sobre responsabilidade de seu campo profissional com o desenvolvimento de ações voltadas para a melhoria social, para o uso do conhecimento a favor da sociedade. Para além, promover as meninas do instituto uma ação de inclusão social que, ao valorizar a experiência e a narrativa das crianças, provoque uma sensibilização que permita relativizar as relações com o tempo, lugar no mundo e relação com outro, bem como a ampliação do conhecimento. Contudo, buscamos qualificar as relações da universidade com a comunidade local, através das experiências compartilhadas nas oficinas de criação coletiva: artes, música, (in)formação e tecnologia, designer e estética, literatura e corporeidade, proporcionando mudanças nas relações dos envolvidos, ressignificando valores, posturas éticas e a ampliação dos saberes.

Objetivo Geral

Qualificar as relações da universidade com a comunidade local, através das experiências compartilhadas nas oficinas de criação coletiva: artes, música, (in)formação e tecnologia, designer e estética, literatura e corporeidade, proporcionando mudanças nas relações dos envolvidos, ressignificando valores, posturas éticas e a ampliação dos saberes. Bem como os específicos são:
- Problematizar a permanente necessidade de constituir práticas educativas que articulem as dimensões teóricas e práticas;
- Intensificar os processos formativos que valorizem o conhecimento produzido no campo institucional;
- Problematizar sobre o que sabe e faz o professor em formação na perspectiva de uma articulação entre elementos teóricos (epistemológicos) e práticos (metodologias de ensino);
- Estimular a criação e o exercício da imaginação;
- Permitir o diálogo em diferentes conhecimentos e experiências;
- Fomentar um processo de produção de expressão de significados e de (re)valorização dos participantes;
- Permitir a dignificação e a qualificação das relações pessoais e interpessoais;
- Relativizar atribuições de valor, culturalmente determinadas, no que diz repeito à: lugar, preço, acúmulo, utilidade, preservação;
- Entender as atribuições de valor em relação aos sentimentos, valores;
- Criar um espaço de trabalho, pesquisa e discussão sobre diversos assuntos que possam surgir do interesse das crianças;
- Potencializar o repertório estético, sensível e expressivo das crianças;
- Promover a construção de habilidades sensorial, motora, mental ou psíquica para o domínio da experiência do conhecimento científico e cultural;
- Contribuir para potencializar a ação da Universidade em metassócio-educativas de inclusão social;
- Possibilitar que os alunos da UFPel desfrutem de um ambiente para a discussão das situações encontradas nas classes da educação básica. Assim, eles estarão aptos a desenvolverem trabalhos de qualidade nas escolas atendendo as especificidades das mesmas. Nosso intuito é possibilitar a troca de experiência entre ambos e aproximar a universidade da realidade escolar.

Justificativa

Novos desafios impostos pela complexidade de nosso tempo exigem mudanças educacionais, como não pode deixar de ser, na formação dos profissionais da educação. Nesse sentido requer que o professor seja preparado para a busca de novos saberes, práticas educativas diferenciadas, mudanças de postura e ideias, pois novos conhecimentos são necessários para dar conta da sociedade em constante mudança.
Dessa forma, ninguém promove o desenvolvimento daquilo que não teve oportunidade de desenvolver e vivenciar. A mudanças no perfil e nas atribuições do professor, exigidas pela conjuntura atual em que estamos inseridos, são bons motivos para (re)pensar os espaços de formação e da necessidade de uma formação mais abrangente e diversificada.
No processo de formação de professores não basta que o aluno em formação assimile apenas conteúdos. É necessário que produza uma relação com que se aprende, conferir sentido às atividades e possibilitar a reflexão sobre o que pensa e se faz.
Portanto, o projeto justifica-se pela busca de pensar a formação numa perspectiva mais ampla e complexa, por incluir o caráter existencial de construção de sentido, imbricado com a ética, a expressão e o sensível. Espera-se um amadurecimento enquanto seres humanos, uma melhoria das relações de convivência como mundo social e com mundo do trabalho. O pensar, o sentir e o agir em educação não podem senão um pensar de presença carregada de valores que (re)pensam a natureza do humano que somos.

Metodologia

O projeto está estruturado por oficinas de criação coletiva que envolve atividades variadas e de rodas de conversa, que serão construídas pelo grupo participante e avaliada cada experiência desenvolvida.

Indicadores, Metas e Resultados

- Quanto à equipe organizadora do projeto, será satisfatório se envolver o maior número possível de meninas da instituição.
Geral: através de ficha entregue a todos os participantes e envolvidos no projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA GURGEL PONTES
ALINE ACCORSSI4
ANA CLAUDIA RODRIGUES DE LIMA2
ANDRESSA DE OLIVEIRA BORGES
ANNA JULIA ROCKEMBACH DIAS
BRENDA LOPES AMARAL
CAROLINE SILVA DOS SANTOS
CAROLINE TERRA DE OLIVEIRA4
CATIÚSCIA DANIELA MACHADO SOUZA PONS
CLAUDIA BARBOSA PEREIRA SOUSA
CLÁUDIA PEREIRA VIEIRA
DENISE DALPIAZ ANTUNES4
DIRLEI DE AZAMBUJA PEREIRA1
EDSON PONICK4
ELISA DOS SANTOS VANTI4
ELIZANGILA SIQUEIRA WALERKO
FERNANDO ANTONIO DE OLIVEIRA BROD
GILSENIRA DE ALCINO RANGEL4
HELENARA PLASZEWSKI4
HELOISA HELENA DUVAL DE AZEVEDO4
JOSIELE OLIVEIRA DOS REIS
JULINE LUCAS TEIXEIRA
LENIARA RODRIGUES DA SILVA
LUI NORNBERG4
MAICON MADRUGA DA ROSA
MARCIA MARIA MARTINS RITA
MARCIELA DA SILVA MATTOS
MARCO ANTONIO DUARTE SILVA
MARTA CAMPELO MACHADO
MARTA LIZANE BOTTINI DOS SANTOS
MARÍLIA MÜLLER DOS SANTOS
MIRELA RIBEIRO MEIRA4
NATHALIE WEIZER ARMESTO
NEIVA MARIA LETTNIN KAMINSKI
PATRÍCIA DA SILVA LUIZ
PRISCILA MONTEIRO CHAVES
RAFAELA CARDOSO DA FONSECA
RONALDO LUIS GOULART CAMPELLO
ROSE ADRIANA ANDRADE DE MIRANDA4
SANDRA IVANA GOMES VARGAS
SIMONE SILVEIRA DA SILVA2
TATIARA TIMM DE CARVALHO HERREIRA

Página gerada em 19/11/2019 08:46:25 (consulta levou 0.278925s)