Nome do Curso / Conceitos (*)
Ciências Econômicas
Enade (2015)3CPC (2015)3
Nível / Grau
GRADUAÇÃO / Bacharelado
Modalidade
Presencial
Turno
NOTURNO
Código UFPel
4800
Código e-MEC
1113667
Unidade
Coordenador
A0L1L2L5L6L9L10L13L14Total
PAVE 2019/121111111110
SISU 2019/12255551144
Criação e Reconhecimento
Curso criado pela resolução 02 de 20 de agosto de 2001.
Curso reconhecido pela Portaria nº 3.799 de 17/11/2004. Publicada no D.O.U. de 18/11/2004.
Renovação do reconhecimento Portaria nº 272 de 03/04/2017. Publicada no D.O.U. de 04/04/2017.

Contextualização

Como objetivo geral, produzir, integrar e tornar acessível o conhecimento na área de Economia, possibilitando a formação de recursos humanos capazes de promover o desenvolvimento integrado da região, em especial das organizações, visando a melhoria da qualidade de vida, nos planos individual, social e ambiental, tendo em vista: - a formação de uma consciência crítica dos estudantes, capaz de auxiliar no aprimoramento da ordem econômica; - a adequação interdisciplinar dos conteúdos programáticos, ao mercado de trabalho, visando interesses e necessidades da região; - o conhecimento da realidade econômica nacional e internacional; - a integração crescente do ensino com a pesquisa e a extensão; O Curso de Economia da Universidade Federal de Pelotas, como presença indispensável no processo de desenvolvimento sustentado do conhecimento, está aberto para responder, de forma rápida e criativa as exigências e possibilidades da sociedade.

Objetivos

O objetivo geral do curso de bacharelado em ciências econômicas da Universidade Federal de Pelotas é a formação de economistas integrados à sociedade que, ao aliar competências analíticas e teórico-prática das questões econômicas, sejam capazes de analisar, avaliar e propor políticas públicas e de negócios 19 que contribuam para o desenvolvimento econômico sustentado, em especial da Região Sul do Estado do Rio Grande do Sul, mas, sem perder de vista, o Brasil e o mundo. Cabe aqui o uso do bordão “Pensar globalmente e agir localmente”. 

Perfil do Egresso

Como egresso do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Pelotas, o futuro profissional deverá possuir: Formação humanística, com uma visão geral ética e filosófica, que o capacite a compreender a realidade sistêmica do mundo econômico em que vive, promovendo sua atuação de forma interdisciplinar. Formação técnico-científica, geradora de credibilidade e raciocínio lógico, habilitando-o para a aplicação de uma sólida formação teórica, qualitativa e quantitativa, que possibilite a resolução de problemas ligados a planejamento, crescimento e desenvolvimento econômico. Como profissional de Economia, nosso egresso deverá demonstrar capacidade: - Comunicação e expressão, oral e escrita, que viabilize a compreensão de textos econômicos, com habilidade dissertativa. - Compreensão de conceitos básicos e fundamentais da Ciência Econômica. - Utilização de raciocínio lógico, crítico e analítico, formulações matemáticas e estatísticas, na análise dos fenômenos sócio-econômicos. - Seleção de estratégias adequadas de ação, objetivando corresponder a interesses interpessoais e institucionais. - Identificação e dimensionamento do mercado, prevenindo crises e empreendendo transformações econômico-financeiras. Proposição de intercâmbios, convênios e parcerias, com vistas a produção de conhecimento tecnológico e captação de recursos.

Competências e habilidades

Seria sem sentido criar um molde pronto do que se espera do aluno ao concluir o curso. Não só isso é impossível, haja vista as características e histórias pessoais de cada aluno, como também não é desejável. O convívio com a diversidade de interesses - e mesmo capacidades - é um dos desafios e virtudes do curso.
De qualquer forma, existem orientações gerais que se espera do profissional que tenha concluído o bacharelado em ciências econômicas. Desejamos um aluno crítico, capaz de discutir a aplicabilidade, limites e virtudes dos diversos modelos analíticos. Ele deve ser capaz de mentalmente traçar semelhanças e diferenças entre as teorias, e buscar as apropriadas para cada caso específico.
A aquisição de uma visão não dogmática da Ciência Econômica e do mundo é uma característica valorizada. Essa posição permitirá também que ele esteja pronto a se adaptar em um mundo em permanente mudança. Dominando os princípios básicos do raciocínio científico e da Economia, ele poderá adaptá-los às situações que são impossíveis de serem antecipadas durante o curso.
Outra característica desejada para os alunos é a conquista de competências de análise quantitativa. Juntando conhecimentos, qualidades e habilidades de análise de dados o aluno será capaz de participar dos debates supracitados e estará apto a lidar com os desafios que a vida profissional lhe apresentará. A capacidade de identificação de padrões e relações entre variáveis, entre outras habilidades, é exercitada durante as disciplinas do curso. Igualmente, não se pode omitir a importância da aquisição de habilidades expositivas. É também nessa direção que os trabalhos e debates em sala de aula devem rumar.
Os referencias ético-políticos deverão estar claros para os egressos. Espera-se que eles estejam conscientes da responsabilidade do economista com a transformação social e com a melhoria do bem-estar da população da região e do Brasil. Esse norte ético não deve ser esquecido ao longo de sua jornada profissional, tal como enfatiza o Código de Ética da Profissão de Economista, baixado pelo Conselho Federal de Economia.
Em síntese, deseja-se que o egresso possua sólido domínio das técnicas lecionadas nas disciplinas de formação teórico-quantitativa e teórico-prática, sem descuidar da formação geral, conhecimento da história do pensamento econômico e da realidade regional, nacional e mundial, tornando-se um cidadão consciente de seu papel e capaz de pensar e expor os problemas econômicos de forma estruturada a partir de seu conhecimento construído.

Organização Curricular

O Curso de Economia é composto de oito semestres, sendo os cinco primeiros de formação comum, propiciando uma formação humanística e econômica ampla, através de um Currículo Genérico que abre caminho para a escolha de sua especialização. O sexto, sétimo e oitavo semestres, serão constituídos Políticas Púbicas ou Políticas de Negócios.

 

Procedimentos e metodologias de ensino

Avaliação do ensino e da aprendizagem

A instituição de mecanismos avaliativos tem papel central para a verificação do cumprimento deste projeto pedagógico. Obviamente, as metas aqui colocadas não são apropriadas para uma medida quantitativa direta. Abordagens qualitativas que ouçam alunos e professores parecem ser mais eficazes para que as correções de rota sejam feitas. A voz e a participação destes agentes é a fonte e o próprio caminho para orientar as mudanças. Não obstante, o curso tem por norte que o “cliente” dos serviços prestados pela universidade é o conjunto da sociedade brasileira, por isso o rigor no tratamento da 52 avaliação dos alunos não é mitigado por tendências populistas. Ou seja, o Curso de Ciências Econômicas tem o foco no seu cliente e, por isso, trabalha para entregar a ele o melhor profissional possível de ser formado na UFPel, dadas as limitações de caráter orçamentário-financeiro e de recursos humanos.
O Colegiado de Curso de Bacharelado em Ciências Econômicas tem, nesse sentido, papel crucial. É nele que professores da área profissionalizante e das demais áreas que auxiliam a formação do profissional economista podem, juntamente, com os representantes discentes avaliar e propor mudanças com o objetivo de desenvolvimento do projeto pedagógico do curso. Acreditamos que não haja um projeto pedagógico perfeito e, portanto, acreditamos ser necessário a constante avaliação do projeto.
Para tanto, o colegiado do Curso de Ciências Econômicas realizará encontro específico para este fim ao final de cada ano letivo, buscando criar um mecanismo de comunicação e avaliação construtiva do projeto pedagógico e das necessidades de infra- estrutura. Nestes encontros serão discutidos e avaliados os seguintes pontos: i) o projeto pedagógico do curso; ii) a infra-estrutura e organização administrativa; iii) o processo e ensino-aprendizagem utilizado e desenvolvido no curso de Ciências Econômicas.Por outro lado, o Regimento Geral da UFPel, em seu Capítulo V, que trata do Sistema de Ensino, estabelece normas gerais para a avaliação do processo ensino-aprendizagem em cada disciplina por meio tanto da freqüência às aulas quanto da avaliação do conhecimento.
O aluno deverá ter freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) das aulas. É preciso haver, pelo menos, 2 (duas) avaliações. Por avaliações entende-se: prova escrita, relatórios, artigos, apresentação de seminários e resolução de listas de exercícios. A média destas avaliações será a nota semestral do aluno na disciplina. Alunos com notas semestrais iguais ou superiores a 7 (sete) estão aprovados; alunos com médias semestrais inferiores a 3 (três) estão reprovados, e os demais deverão realizar Exame, versando sobre todo o conteúdo programático da disciplina previsto no plano de ensino.Os alunos que realizarem o Exame serão aprovados se a média aritmética simples entre a nota do Exame e a nota semestral for igual o superior a 5 (cinco). 

Integração com a Pesquisa e a Pós-Graduação

O Bacharelado em Ciências Econômicas é o núcleo base a partir do qual estão sendo planejados o Curso Seqüencial em Economia da Gestão de Negócios, cujo objetivo é atender a uma demanda regional pela formação rápida e direcionada para o mercado de trabalho, e o Curso de Especialização em Teoria Econômica. A Especialização se constitui em preparação científica para o prosseguimento dos estudos do aluno em nível de mestrado, didático-pedagógica para a regência de disciplinas da área de economia e de prática na pesquisa econômica. 53 Por isso, pretende-se que seu currículo inclua as disciplinas teóricas constantes do programa do Exame Nacional da Associação Nacional de Centros de Pós-Graduação em Economia, quais sejam, Introdução à Economia Matemática. Estatística Econômica e Introdução à Econometria, Microeconomia e Macroeconomia e disciplinas de cunho didático- pedagógica, tais como, metodologia econômica de pesquisa, metodologia econômica de ensino e prática de ensino de economia. O diferencial destas disciplinas pedagógicas é que seu conteúdo é baseado totalmente baseado nos cânones da teoria econômica dos incentivos aplicada à economia da educação. Deste modo, ao mesmo tempo em que se ensina metodologia de ensino e de pesquisa, estas são utilizadas para ensinar economia e vice-versa. Isto torna o aprendizado mais dinâmico, atualizado e, principalmente, mais eficiente. 

A importância das atividades de pesquisa para que os docentes se mantenham atualizados dispensa ênfase. No curso, busca-se que a alocação de professores pelas disciplinas permita que eles compartilhem e discutam suas pesquisas correntes com o corpo discente. Esse fato beneficia alunos e professores: estes, com os comentários e críticas; aqueles, com o prazer de discutir temas contemporâneos de pesquisa. Incentiva-se a discussão em sala de aula de temas sejam consideradas problemas de pesquisa e tratados como tal. De tal forma, que a monografia de curso não seja o primeiro trabalho científico do aluno; deverá ser apenas o de maior fôlego. Ao longo das disciplinas, em trabalhos preliminares, ele deve ter contato com as práticas de pesquisa e de preparação de trabalhos dessa natureza. A oportunidade de participação dos alunos nas atividades de pesquisa é considerada fundamental para formação destes. Os projetos correntes de pesquisa dos professores do curso, em particular os ligados ao Grupo de Pesquisa em Economia Aplicada e ao Centro de Pesquisa e Extensão em Economia e Administração, já contam com a colaboração dos alunos e se pretende que essa prática torne-se cada vez mais freqüente. Uma das metas do curso é promover eventos de extensão com freqüência regular. O oferecimento de cursos de curta duração para o corpo discente e abertos à comunidade permitirão uma maior integração dentre esses segmentos.

Acompanhamento de Egressos

Até o momento o acompanhamento dos egressos foi desenvolvido deforma informal, em parte justificado pelas poucas turmas formadas. A formatura da primeira turma ocorreu no ano de 2004, tendo-se uma formatura por ano. Por conta disto, os contatos foram mantidos por meio de correios eletrônicos e contatos com os professores orientadores. A proposta atual é construir um mecanismo de contato contínuo com o egresso do curso de ciências econômicas por meio da página eletrônica do curso. A partir desta opção, o egresso poderá manter ficha atualizada, informar a sua atividade profissional, avaliar o projeto pedagógico realizado e sugerir inovações tanto para o curso de bacharelado em Ciências Econômicas como para cursos de atualização.

Matriz Curricular

1º Semestre

2º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760048CONTABILIDADE E ANÁLISE DE BALANÇOS10760032 - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADEObrigatória460
10760034CONTABILIDADE SOCIAL10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAObrigatória460
06560018INTRODUÇÃO À CIÊNCIA POLÍTICAObrigatória230
10760003MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIA10760002 - INTRODUÇÃO À ECONOMIA MATEMÁTICAObrigatória460
22000215UTILIZAÇÃO DE MICROCOMPUTADORESObrigatória460

3º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760046DIREITO ECONÔMICO10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAObrigatória460
10900012HISTÓRIA ECONÔMICA GERALObrigatória460
10760031MACROECONOMIA I10760003 - MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIAObrigatória460
10760029MÉTODOS ESTATÍSTICOS BÁSICOS10760003 - MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIAObrigatória460
10760030MICROECONOMIA I10760003 - MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIAObrigatória460

4º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760035ESTATÍSTICA ECONÔMICA INTROD À ECONOMETRIA10760029 - MÉTODOS ESTATÍSTICOS BÁSICOSObrigatória460
10760021FUNDAMENTOS DE FINANÇAS10760030 - MICROECONOMIA IObrigatória460
10760045HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO IObrigatória460
10760037MACROECONOMIA II10760031 - MACROECONOMIA IObrigatória460
10760036MICROECONOMIA II10760030 - MICROECONOMIA IObrigatória460

5º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760038ECONOMETRIA10760035 - ESTATÍSTICA ECONÔMICA INTROD À ECONOMETRIAObrigatória460
10760039ECONOMIA INTERNACIONAL I10760036 - MICROECONOMIA IIObrigatória460
10760040ECONOMIA MONETÁRIA10760021 - FUNDAMENTOS DE FINANÇASObrigatória460
10760049HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO II10760045 - HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO IObrigatória460
10760056MICROECONOMIA III10760036 - MICROECONOMIA IIObrigatória460

6º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760042DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICO10760037 - MACROECONOMIA IIObrigatória460
10760051ECONOMIA INDUSTRIAL10760056 - MICROECONOMIA IIIObrigatória460
10760022FORMAÇÃO ECONÔMICA, SOCIAL E POLÍTICA DO BRASIL10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAObrigatória460
10760044METODOLOGIA ECONÔMICA10760035 - ESTATÍSTICA ECONÔMICA INTROD À ECONOMETRIA10760049 - HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO IIObrigatória460

7º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760026ECONOMIA BRASILEIRA I10760022 - FORMAÇÃO ECONÔMICA, SOCIAL E POLÍTICA DO BRASILObrigatória460
10760050ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO I10760036 - MICROECONOMIA II10760038 - ECONOMETRIAObrigatória460
10760053TÉCNICAS DE PESQUISA ECONÔMICA10760036 - MICROECONOMIA II10760038 - ECONOMETRIAObrigatória16240

8º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760054ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA10760053 - TÉCNICAS DE PESQUISA ECONÔMICAObrigatória16240

Optativas

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760004DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICO II10760042 - DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICOOptativa460
10760005ECONOMETRIA II10760038 - ECONOMETRIAOptativa460
10760006ECONOMETRIA III10760038 - ECONOMETRIAOptativa460
10760007ECONOMETRIA IV10760038 - ECONOMETRIAOptativa460
10760041ECONOMIA BRASILEIRA II10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760008ECONOMIA DA SAÚDE10760030 - MICROECONOMIA IOptativa460
10760018ECONOMIA DAS INSTITUIÇÕES10760046 - DIREITO ECONÔMICOOptativa460
10760010ECONOMIA DO COMPORTAMENTO HUMANO10760038 - ECONOMETRIAOptativa460
10760011ECONOMIA DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS10760030 - MICROECONOMIA IOptativa460
10760020ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO II10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760052ECONOMIA ECOLÓGICA10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760019ECONOMIA INTERNACIONAL II10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760043ECONOMIA REGIONAL10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760055ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760047FINANÇAS EMPRESARIAIS10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760012FUNDAMENTOS DA GESTÃO PÚBLICA: ORÇAMENTÁRIO E FINANCEIRO10760032 - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADEOptativa460
10760016INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE DE CUSTOS10760032 - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADEOptativa460
10760017INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE PÚBLICA10760032 - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADEOptativa460
20000084LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS I ( LIBRAS I )Optativa460
10760013MICROECONOMIA IV10760056 - MICROECONOMIA IIIOptativa460
01180013SEMINÁRIOS DE ECONOMIA AGRÍCOLA10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIAOptativa460
10760014TÓPICOS ESPECIAIS EM ECONOMIA MATEMÁTICA10760003 - MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIAOptativa460
10760015TÓPICOS ESPECIAIS EM TEORIA ECONÔMICA10760042 - DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÔMICOOptativa460

Optativas

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
10760057ATIVIDADES COMPLEMENTARESEletiva255

Turmas ofertadas em 2019 / 1

1º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
10760028 - INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO
Horários
ManhãTardeNoite
QUA18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1750
10760032 - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE
Horários
ManhãTardeNoite
TER18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1750
10760027 - INTRODUÇÃO À ECONOMIA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1800
10760002 - INTRODUÇÃO À ECONOMIA MATEMÁTICA
Horários
ManhãTardeNoite
QUI18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1800
06560019 - INTRODUÇÃO AS CIÊNCIAS SOCIAIS
Horários
ManhãTardeNoite
SEX18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1600

2º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
10760003 - MODELOS MATEMÁTICOS EM ECONOMIA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1500

3º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
10760046 - DIREITO ECONÔMICO
Horários
ManhãTardeNoite
TER18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10900012 - HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL
Horários
ManhãTardeNoite
QUI18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760031 - MACROECONOMIA I
Horários
ManhãTardeNoite
SEX18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760029 - MÉTODOS ESTATÍSTICOS BÁSICOS
Horários
ManhãTardeNoite
SEG18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760030 - MICROECONOMIA I
Horários
ManhãTardeNoite
QUA18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450

5º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
10760038 - ECONOMETRIA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760039 - ECONOMIA INTERNACIONAL I
Horários
ManhãTardeNoite
TER18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760040 - ECONOMIA MONETÁRIA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760049 - HISTÓRIA DO PENSAMENTO ECONÔMICO II
Horários
ManhãTardeNoite
QUI18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450
10760056 - MICROECONOMIA III
Horários
ManhãTardeNoite
QUA18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1450

7º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
10760026 - ECONOMIA BRASILEIRA I
Horários
ManhãTardeNoite
QUI18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T2300
10760050 - ECONOMIA DO SETOR PÚBLICO I
Horários
ManhãTardeNoite
SEG18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1300
10760053 - TÉCNICAS DE PESQUISA ECONÔMICA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
M1200
10760053 - TÉCNICAS DE PESQUISA ECONÔMICA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
17:10 - 18:00
M2150

Optativas

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
01180013 - SEMINÁRIOS DE ECONOMIA AGRÍCOLA
Horários
ManhãTardeNoite
TER18:50 - 19:40
19:40 - 20:30
20:30 - 21:20
21:20 - 22:10
T1400

Alunos Matriculados

Nome Ano de ingresso Semestre de ingresso

Alunos Egressos

Nome Ano de ingresso Ano de conclusão
DAVI COSWIG ZELL20002004
FERNANDA BLANCO LEIVAS20002004
IGOR DE OLIVEIRA ZIBETTI20002004
ISABEL FAGUNDES CABRAL20002004
JULIANA DE SOUZA LEMONS20002004
LUCIANA DUARTE KESSLER20002004
MARIA FLORENTINA SOUZA DE GUSMÃO20002004
ROBERTA QUINTANILHA AZEVEDO20002004
RODRIGO PERES DE AVILA20002004
ALFEU DUARTE PAIVA20012005
CASSIUS STRECK MACAGNAN20012005
CRISTIANE NUNES DA CUNHA20012005
DAX RÖSLER ANDRADE20002005
DIEGO RODRIGUES PEREIRA20022005
FABIO AMARAL FERREIRA20012005
GLAUBER ROGERIO BARBIERI GONÇALVES20012005
ISABEL HRUSCHKA RODRIGUES20002005
JOSIE BRETANHA RODRIGUES20012005
LEONARDO BOTELHO ZILIO20012005
MATHEUS CAMPOS DO AMARILHO20012005
MATHEUS CORRÊA LISBÔA20012005
RAQUEL ANGELO ALVES20012005
REBECA BULCÃO DA SILVA20012005
RENATA VEZZARO20012005
SUELEM DO SACRAMENTO COSTA DE MORAES20012005
SUELEN LERM DURO20012005
CARINE SEVERO DO AMARAL20012006
DANIEL DE MORAES ESTEVAN20032006
DÉBORA SILVEIRA PIRES20022006
ELISA OLIVEIRA BÜTTENBENDER20012006
FILIPE TAVARES DA SILVA20012006
GILMAR NUNES GONÇALVES20012006
LUCIANA MELLO FONSECA20022006
MANOEL RODINEI MASSOT PADILHA20002006
MARCEL ÂNGELO STURBELLE GOMES20012006
MARCO AURELIO BORGES PRIETO20032006
MARTIN CHAGAS SILVA20012006
MATEUS DA SILVA SINOTI20012006
MERI ELEN BARBOSA SOARES20012006
MIGUEL JOAQUIM HALLAL JUNIOR20022006
MIRELLE FERREIRA DA ROSA20012006
OTÁVIO MENEZES DAMÉ20022006
PABLO DA CRUZ VAZ20022006
PAULO FERNANDO MORAES COLVARA20032006
VANESSA DA SILVA CUSTODIO20022006
VIVIANE RATZMANN HOLZ20022006
ADEMIR MARTINS LOPES JUNIOR20032007
CÉSAR SIMA SOUZA20032007
EVELINE DE STUDINSKI RAMOS20042007
FELIPE NÔVO NINO20032007
FLAVIO CONCEICAO LEITZKE20032007
JANAÍNA FERRARI MOREIRA RUTZ20032007
JORDÂNIA DUARTE LOPES20032007
LEANDRO CAVALHEIRO VERGARA20012007
LEANDRO LUIS GARCIA AQUINO20032007
MARTIN DIETRICH BRAUCH20032007
ROGER RIBEIRO VERCELINO20022007
ANDRÉA BENTO CARVALHO20042008
ANELISE DA CRUZ DIEL BIERHALS20002008
CÉSAR DA SILVA CARDOZO20042008
EDUARDO ANDRÉ TILLMANN20042008
FELIPE CAMARGO MORAES20032008
GLAUCIA SALVADOR PEREIRA PRESTES20042008
JULIANA HARTER VANIEL20042008
LUCIANO CHRIST BRAUN20032008
MATEUS JORGE SILVEIRA SIGNORINI20042008
MICHEL MARQUES FONSECA20042008
ROBERTO NEME CLASEN20042008
VAGNER DA COSTA ORTIZ20032008
VANESSA LUIZA BOLL20042008
VERIDIANA DA SILVA LOPES20042008
VINÍCIUS DE ANDRADE EBERSOL20042008
ALEXANDER ANGELO VOIGT20042009
DAIANE DO AMARAL20052009
EMANUEL MARINS FARIAS20042009
GEORGE MENDONÇA LEMOS20022009
JAQUELINE DE VASCONCELOS CHAGAS20052009
JEANNE LOUISE NEUKAMP20042009
KAREN ADRIANE SILVEIRA ESCUDERO20052009
LETICIA DAVILA GONCALVES20052009
MICHELE TATIANE BONOW MEDEIROS20052009
NINA BUENO PINTO LEITES20042009
TIAGO FÉRSULA DA COSTA20052009
ALEXSANDRO ALVES BARRETO20022010
CAROLINA DA SILVA CARDOSO20052010
ELAINE DALÉCIO DOS SANTOS20072010
EVERTON RAFAEL THÜRMER BORBA20072010
FABIANE PERLEBERG VAZ DA SILVA20072010
FABRIS CARDOSO PRESTES20072010
FELIPE GOMES MADRUGA20052010
FILIPE ARGOUD DIAS20042010
FLÁVIA KATREIN DA COSTAS20072010
LEANDRO NUNES DA SILVEIRA20082010
MARCELO LAGEMANN20052010
MICHEL BUENO MARTINS20032010
RONALDO ZARNOTT HARTWIG20052010
TIAGO BUENO TEIXEIRA20072010
VAGNER KONRAD MACHADO20062010
VINÍCIUS GONÇALVES SINNOTT20062010
ADRIANE PAIVA GONÇALVES20072011
ANA PAULA BORGES VALADÃO20082011
ANDREA LEITE BERGMANN20082011
CÁSSIO FASSBENDER BARTZ20082011
DENER LUCIANO GARCIA SOARES20072011
DIONEI SCHWAAB BRANDT20072011
EDUARDA PATZLAFF SCHIAVON20082011
FAGNER JOSÉ FARIAS PINHEIRO20082011
FLÁVIA DA SILVA CARVALHO20032011
FREDERICO IRIGOYEN BENDER20062011
GIAN CARDOSO DA SILVA20082011
INDIARA ESCOTO OLIVEIRA20072011
JAIMERSON DA SILVA GUIOTI20042011
LILIANE SOUZA DOMINGUES20072011
LUCIANA BRIÃO RODRIGUES20052011
LUCIANO RAMOS GONÇALVES20082011
LUÍS ANTONIO WINCK CECHIN20082011
PATRICIA PEREIRA DUARTE20072011
PAULO CESAR COSTA DA CUNHA20072011
PEDRO LUIZ JORGE AFONSO20052011
RENATA PEREIRA CARDOSO20082011
ROBERT SCHULZ DA SILVA20072011
TIMÓTEO SCHEUNEMANN20052011
CRISTIANO DA COSTA DA SILVA20092012
DANIEL DE LACERDA ROÓS20052012
FERNANDA EWERLING20092012
GUSTAVO SARAIVA FRIO20092012
MATHEUS DA SILVA QUEVEDO20092012
PABLO DA SILVA OLIVEIRA20082012
QUEZIA CRISPA ISNARDI20072012
RAFAEL DE AZEVEDO FLACH20092012
RENAN SANTOS GARCIA20092012
SILVANA GUIMARÃES SOARES20092012
TAÍS ROLOFF20092012
VANESSA DIAS DAS NEVES20052012
VINÍCIUS HALMENSCHLAGER20092012
ALAN KONZGEN ZIBETTI20102013
ALINE ALMEIDA IGLESIAS20102013
ANGELO SALTON20102013
BENITO DE SOUZA MARTINEZ20072013
BRUNA CAUMO RESTELLI20082013
CRISTIANO GUIDOTTI RODRIGUES20072013
EDUARDO LOTUFFO BRIM DA SILVA20102013
GIOVANI BAGGIO20102013
HENRIQUE KUHN KRAUSE20082013
JOÃO ANTONIO DA ROSA NETO20092013
JULIANO FAGUNDES BARCELLOS20082013
LUÍSA PRADO DE AVILA20102013
MÁRCIO CAMPELLO BOÉSSIO20052013
MARIANA SCHMECHEL20092013
TIAGO ABEIJON GADRET20042013
ANA LETICIA PALDES DA COSTA20102014
ANDRESSA MIELKE VASCONCELOS20112014
ANÉLIA POLLNOW DANENBERG20102014
BRUNO COSTA MACHADO20102014
CARLA SIMONE DA SILVA MOTA20102014
CÉSAR AMARAL DE SOUZA20102014
CLAITON DOS SANTOS ALVES20092014
CRISTIANE RODRIGUES DE QUEVEDO20102014
DJEISON DANIEL HILLESHEIN20092014
FLAVIA CARVALHO DA SILVA TEIXEIRA20072014
GRACIELI DO NASCIMENTO DUARTE20082014
ÍGOR ARRUDA COSTA TORRES20112014
JEAN MARCEL DEL PONTE DUARTE20102014
LEONARDO MARINS CORDEIRO20102014
MANOEL OLIVEIRA DUARTE20072014
MÁRCIO JOÉ KÖRHLER BRAHM20102014
MÁRCIO ROBERTO LIMA MOTTA20092014
MARIANE FURTADO BORBA20102014
MATHIAS SCHNEID TESSMANN20102014
NICOLI PEREIRA MÜLLER20092014
PRISCILA NUNES CORRÊA20112014
RAFAELA HELING KÖHLER DE OLIVEIRA20082014
RICARDO CAPRA SCHUCH20112014
VINICIUS DA FONSECA SUNA20112014
ALEXANDRE VALENTE GONÇALVES20142015
ANDERSON ALEX BACH20102015
ARIANE DA SILVA DOMINGUES20112015
BRUNA DE SOUZA CARDOSO20102015
CARLOS GUILHERME REIS SCHNEIDER20122015
CAROLINA COLOMBY CORRÊA20112015
CAROLINA FRANÇA OLIVEIRA20122015
DOUGLAS GOUVEA FERREIRA20112015
EDUARDA MILLER DE FIGUEIRÊDO20112015
FRANCIELE HELLWIG20112015
GABRIEL OLIVEIRA PRIMO20122015
GABRIEL WEBER COSTA20122015
GILMAR DE GUIMARÃES DIMER20122015
GUSTAVO SILVA DE OLIVEIRA20112015
JOÃO ARTHUR CORLETA CASTRO20122015
LEANDRO RADKE20152015
MICHELE ZIELKE GOWERT20112015
MICHELLE OLIVEIRA ISQUIERDO20122015
PHILLIP ANDREAS DOS REIS HERMANY20122015
RAFAELA SILVEIRA MORTOLA20122015
RAFAEL MORRONE BARBAT PARFITT20112015
RENAN PORN PERES20112015
YASMI BRACHT JUVER20122015
BARBARA DE PINHO GONÇALVES20132016
DIANIFER LEAL BORGES20112016
DIONE SILVA BRIÃO20112016
LAURA MOREIRA SCHMIDT20132016
LEVÍ ALVES CERQUEIRA20132016
RAFAEL ANDRADA20122016
RAFAEL HENRIQUE MARTINS DE ALMEIDA20122016
SILVIO DA ROSA PAULA20102016
TACIANE COUTINHO DA ROSA20122016
THAIS PERES DIETRICH20122016
VINÍCIUS CORDEIRO MACIEL20112016
CAUÊ DA SILVA QUEVEDO20122017
CLAUDIO RENÊ WILLRICH20122017
GABRIEL LEMES ROSA20122017
GRACIELA LOPES POMPERMAIER20122017
GREGORY KLAIN LACAU20132017
LAÉRCIO DARLEY LOPES20122017
LISA MARIANE BUENO20132017
MAIRA SALETE QUEVEDO PERES20142017
MARIA CAROLINA LUJAN GONZALEZ20142017
MARIANA LATOSINSKI SOUZA20142017
MICHEL RICARDO MEYER20142017
NALOIR COIMBRA LIMA20112017
NATÁLIA XAVIER DE MEDEIROS20142017
TAIGOR CERONI SILVEIRA20102017
TALISSA DA SILVA SCHAUN20122017
THIAGO BELLOTTO ROSA20132017
EDUARDO LUIS BARTHOLOMAY20152018
JOEL TESSMER JESKE20132018

(*) Conceitos de curso:

(**) Vagas e formas de ingresso:

  • A0 - Ampla concorrência;
  • L1 - Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L5 - Candidatos que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L6 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L9 - Candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L10 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012
  • L13 - Candidatos com deficiência que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L14 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

Localização e contatos

  • Rua Gomes Carneiro, 001 - Campus Porto - 4º Andar - Departamento de Economia - Centro
    96010610 - Pelotas, RS - Brasil - Caixa-postal: 354
  • Horário de Atendimento:
    O Atendimento ao público pelo Colegiado ocorre Segunda, Terça, Quinta e Sexta-feira das 14:00 as 19:00 horas e Quarta-feira das 9:00 as 12:00 horas
  • (53) 3284-3865
  • clique para ver o e-mail

Página gerada em 16/02/2019 02:02:44 (atualização a cada 15 minutos)