Nome do Projeto
Pós-Colheita e Industrialização de feijão
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/01/2014 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Resumo
O feijão pertencente ao gênero Phaseolus com origem na América Latina, é consumido a mais de 7000 anos e tido como uma fonte importante de nutrientes na alimentação humana, em várias regiões da América Latina e em alguns povos da África Oriental é considerado a principal fonte de proteínas na dieta, é o segundo grão em importância mundial, ficando somente atrás da Soja (Glicine Max L.) e seus derivados. Durante o armazenamento os grãos de feijão tornam-se endurecidos, devido principalmente a alterações químicas e enzimáticas. Por isso é necessário o estudo de métodos de pós-colheita e o desenvolvimento de cultivares que que evitem ou reduzam o desenvolvimento deste fenômeno de endurecimento também é conhecido como defeito hard-to-cook (HTC) e ainda que preservem suas características sensoriais, de cocção, físicas e químicas, e ainda o conhecimento de possíveis alterações em seus metabólitos primários e secundários. Estudos anteriores apontam alterações no amido como uma das responsáveis pelo aparecimento do defeito HTC. No entanto, isto não está devidamente elucidado na literatura. Considerando estes aspectos, objetiva-se, com este projeto, avaliar efeitos do tempo de armazenamento sobre parâmetros tecnológicos de qualidade dos grãos, sobre propriedades físico-químicas, térmicas e viscoamilográficas do amido isolado de feijão, sobre os metabólicos primários e secundários e sobre as frações proteicas . Serão utilizados grãos de feijão com: diferentes cores de pericarpo, cultivares, procedências, sistemas de cultivo, teor de umidade, recém colhidos e armazenados.

Objetivo Geral

Desenvolvimento de métodos de armazenamento de feijão

OBJETIVO GERAL:

Objetiva-se, com a pesquisa estudar efeitos de diferentes sistemas e condições de armazenamento de grãos de feijão nas propriedades dos grãos e do amido.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Avaliar efeitos do resfriamento no armazenamento sobre a manutenção da qualidade tecnológica e de consumo de grãos de feijão;
- Avaliar efeitos do resfriamento no armazenamento sobre a redução do uso de inseticidas químicos para conservação de grãos de feijão;
- Avaliar efeitos da aplicação de pó-inerte (inseticida natural) no armazenamento sobre a manutenção da qualidade tecnológica e de consumo de grãos de feijão e de seu amido;
- Avaliar efeitos de sistemas de armazenamento com atmosfera modificada nas propriedades de consumo e nas propriedades do amido de feijão. - Estudar efeitos de sistemas e das condições de armazenamento nas propriedades químicas, térmicas, de consumo dos grãos, do amido e das frações proteicas de grãos de feijão


Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALVARO RENATO GUERRA DIAS206/01/201421/12/2016
BRUNO ARTUR ROCKENBACH206/01/201431/12/2016
CAROLINE TUCHTENHAGEN ROCKEMBACH206/04/201531/08/2018
CESAR VALMOR ROMBALDI106/01/201430/12/2016
CHIRLE DE OLIVEIRA RAPHAELLI220/08/201431/08/2016
CLAUDIO MARTIN PEREIRA DE PEREIRA106/01/201415/05/2015
CRISTIANO DIETRICH FERREIRA206/01/201431/12/2016
ELESSANDRA DA ROSA ZAVAREZE201/02/201431/12/2016
FABIO CLASEN CHAVES201/02/201431/12/2016
GABRIELA HÖRNKE ALVES206/01/201431/12/2016
GABRIELA ROSA DA ROSA1201/04/201631/07/2016
JEAN ÁVILA SCHWARTZ1201/08/201531/07/2016
JEAN ÁVILA SCHWARTZ1201/08/201431/07/2015
JENNIFER DA SILVA206/01/201431/12/2016
LEONARDO NORA201/05/201401/05/2016
MARCIA AROCHA GULARTE206/01/201423/12/2016
MOACIR CARDOSO ELIAS206/01/201431/12/2016
MÁRCIO PETER1201/08/201431/03/2016
NATHAN LEVIEN VANIER206/01/201431/12/2016
NEWITON DA SILVA TIMM1201/08/201631/07/2017
PAULO ROMEU GONCALVES106/01/201423/12/2016
RICARDO TADEU PARAGINSKI206/01/201431/12/2016
RODRIGO FERNANDES DOS SANTOS206/01/201431/12/2016
SABRINA HEUERT1201/09/201631/08/2017
VALMOR ZIEGLER206/01/201431/12/2016
VANESSA KERN BUBOLZ206/01/201431/12/2016
WAGNER SCHELLIN VIEIRA DA SILVA206/01/201431/12/2016
WILLIAM PERES101/02/201431/12/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
SCT-RSR$ 300.000,00

Página gerada em 12/11/2019 21:59:26 (consulta levou 0.065717s)