Nome do Curso / Conceitos (*)
Física
Nível / Grau
GRADUAÇÃO / Bacharelado
Modalidade
Presencial
Turno
INTEGRAL
Código UFPel
2910
Código e-MEC
1342355
Unidade
Coordenador
Criação e Reconhecimento
Criado pela Resolução Nº11, de 10 de novembro de 2015.
Emissão do Diploma autorizada pela Portaria n° 40, Art. 63, publicada no DOU de 07/12/2007.

Contextualização

A concepção do Curso de Bacharelado em Física está alicerçada na formação de profissionais com o perfil de Físico-Pesquisador e que estejam em sintonia com as transformações e exigências da sociedade contemporânea na qual os mesmos irão atuar, aliando uma sólida formação básica com a flexibilização curricular, permitindo com isso que os egressos possam atuar nas mais diversas áreas de pesquisa em Física. 
            Para tanto, o Curso está sendo concebido com base na flexibilização curricular, de modo que o estudante possa ter, na diversidade de opções, diferentes possibilidades de atividades específicas que irão nortear a sua futura ação como Bacharel em Física no mercado de trabalho. A concepção do Curso, na forma de um núcleo comum de disciplinas de caráter formativo básico e geral, associado a um núcleo de disciplinas e atividades especializantes, na qual a flexibilização e a diversidade estão presentes, permite que o futuro Bacharel possa definir a sua trajetória dentro do curso, com vistas a sua atuação no mercado de trabalho.
            A concepção do Curso contempla sua integração com a pesquisa e a pós-graduação. Isto é percebido no elenco de disciplinas obrigatórias e optativas dos núcleos comum e especializantes, na exigência de um Trabalho de Conclusão de Curso, na relação de atividades complementares exigidas, etc. Com isto, o Curso de Bacharelado em Física atende as necessidades e demandas do Programa de Pós-Graduação em Física da UFPel.
            O Curso de Bacharelado em Física possui na sua concepção a ideia de que o Bacharel em Física, independentemente de sua área de atuação, seja um profissional com sólidos e atualizados conhecimentos em Física. Com isto, espera-se que o egresso possa estar sempre apto a buscar novas formas do saber e do fazer científico e/ou tecnológico, face às crescentes transformações pelas quais a nossa sociedade vem passando. Para tanto, é desejado que o egresso seja capaz de manter em constante atualização a sua cultura científica e técnica especializada. Aliado a tudo isso, a concepção do Curso de Bacharelado em Física contempla o desenvolvimento de uma postura ética e com responsabilidade social. Com isto, a Física enquanto ciência, pode ser compreendida como um processo histórico, desenvolvido dentro de um contexto social, econômico, político e cultural.
A justificativa para a criação de um Curso de Bacharelado em Física surgiu da necessidade de integração da graduação em Física dentro da UFPel com os cursos de Mestrado e Doutorado em Física do Programa de Pós-Graduação em Física da UFPel.
Outro fator relevante que justificou a necessidade de criação de um curso de Bacharelado em Física na UFPel foram as observações feitas pela comissão avaliadora da área de Astronomia e Física da CAPES no triênio 2007-2009 e 2010-2012, destinadas a avaliação do curso de Mestrado em Física. Estas recomendações explicitaram a necessidade de criação de um curso de Bacharelado em Física na UFPel. Outra razão, foi a necessidade de diferenciação do perfil de Bacharel do perfil de Licenciado do Curso de Licenciatura em Física.

Objetivos

a) Geral

            O Curso de Bacharelado em Física da UFPel tem por objetivo geral formar Bacharéis em Física - com conhecimentos, habilidades e atitudes inerentes a um profissional capacitado para atuação na área de pesquisa especializada em Física, e na docência no nível superior, com capacidade de transformação, através da ação profissional baseada no método científico e na análise crítica da realidade, que contribua para o desenvolvimento científico/tecnológico do estado do Rio Grande do Sul e do Brasil.

b) Específicos
Considerando a forma como a pesquisa em Física é desenvolvida atualmente, o Curso de Bacharelado em Física da UFPel tem como objetivos específicos:
  1. Oferecer um sólido embasamento teórico e experimental da área de Física, envolvendo sua evolução histórica e suas aplicações;
  2. promover propostas de iniciação para a pesquisa que permitam aos Bacharéis assumir a condução do processo científico/tecnológico de forma adequada;
  3. promover o comprometimento do Bacharel com o desenvolvimento científico/tecnológico do estado do Rio Grande do Sul, através de atividades que possibilitem a ampliação do conhecimento na área, e sua aplicação em projetos de interesse social, político e econômico;
  4. capacitar o Bacharel de acordo com os conhecimentos produzidos na área de pesquisa contemporânea em Física, ou seja, os conhecimentos sobre novas abordagens, novas metodologias e novos conteúdos para o desenvolvimento da pesquisa em Física;
  5. contextualizar o Curso de forma a manter o Bacharel em contato com a realidade da pesquisa contemporânea em Física, preparando-o para atuar nessa realidade;
propiciar aos egressos base para formação de futuros pesquisadores, com vistas ao desenvolvimento pleno em cursos de Pós-Graduação.
 

Perfil do Egresso

Ao final do Curso objetivamos que o egresso do Curso de Bacharelado em Física da UFPel seja um profissional integrado no meio científico e social, identificado com o perfil de Físico-Pesquisador. Segundo o Parecer CES/CNE 1.304/2001, este profissional é definido como:
            Físico-Pesquisador: ocupa-se preferencialmente de pesquisa, básica ou aplicada, em universidades e centros de pesquisa. Esse é, com certeza, o campo de atuação mais bem definido e o que tradicionalmente tem representado o perfil profissional idealizado na maior parte dos cursos de graduação que conduzem ao Bacharelado em Física.

Competências e habilidades

O Curso de Bacharelado em Física da UFPel, seguindo as orientações emitidas pelo Parecer CNE/CES 1.304/2001, procura desenvolver, de acordo com o perfil de Físico-Pesquisador, competências e habilidades que visem qualificar o exercício profissional de seus egressos. Diante desse cenário, enumeram-se a seguir as seguintes competências essenciais:
  1. Dominar princípios gerais e fundamentos da Física, estando familiarizado com suas áreas clássicas e modernas;
  2. descrever e explicar fenômenos naturais, processos e equipamentos tecnológicos em termos de conceitos, teorias e princípios físicos gerais;
  3. diagnosticar, formular e encaminhar a solução de problemas físicos, experimentais ou teóricos, práticos ou abstratos, fazendo uso dos instrumentos laboratoriais ou matemáticos apropriados;
  4. manter atualizada sua cultura científica geral e sua cultura técnica profissional específica;
  5. desenvolver uma ética de atuação profissional e a consequente responsabilidade social, compreendendo a Ciência como conhecimento histórico, desenvolvido em diferentes contextos sócio-políticos, culturais e econômicos.
            O desenvolvimento das competências essenciais está associado à aquisição de determinadas habilidades, as quais, segundo o Parecer CNE/CES 1.304/2001, dividem-se em habilidades gerais, que devem ser desenvolvidas pelos formandos em Física, independentemente da área de atuação escolhida, e habilidades específicas, ligadas ao perfil de atuação pretendido. Ciente dessa realidade o Curso de Bacharelado em Física procura proporcionar o desenvolvimento das seguintes habilidades:
 

a) Gerais

 
  1. Utilizar a matemática como uma linguagem para a expressão dos fenômenos naturais;
  2. resolver problemas experimentais, desde seu reconhecimento e a realização de medições, até a análise de resultados;
  3. propor, elaborar e utilizar modelos físicos, reconhecendo seus domínios de validade;
  4. concentrar esforços e persistir na busca de soluções para problemas de solução elaborada e demorada;
  5. utilizar a linguagem científica na expressão de conceitos físicos, na descrição de procedimentos de trabalhos científicos e na divulgação de seus resultados;
  6. utilizar os diversos recursos da informática, dispondo de noções de linguagem computacional;
  7. conhecer e absorver novas técnicas, métodos ou uso de instrumentos, seja em medições, seja em análise de dados (teóricos ou experimentais);
  8. reconhecer as relações do desenvolvimento da Física com outras áreas do saber, tecnologias e instâncias sociais, especialmente contemporâneas;
  9. apresentar resultados científicos em distintas formas de expressão, tais como relatórios, trabalhos para publicação, seminários e palestras.

b) Específicas

 
  1. Desenvolver criatividade para novas teorias e técnicas experimentais e capacidade de se adaptar e propor mudanças científicas e tecnológicas;
  2. desenvolver pesquisas nas diversas áreas da Física e aplicações;
  3. atuar na produção e divulgação de textos científicos e acadêmicos especializados;
  4. conhecer as relações do desenvolvimento da Física com outras áreas do saber , tecnologias e instâncias sociais, especialmente contemporâneas;
  5. ter sólido conhecimento científico/tecnológico com base interdisciplinar;
  6. capacidade de aprimoramento e motivação para estudo individual e em grupo, visando a formação em níveis de pós-graduação.
            Por fim, na formação do Bacharel em Física devemos propiciar uma série de vivências, consideradas como momentos de significativa articulação teoria-prática que tornam o processo educacional mais integrado, cuja ação deve ser construída a partir de pressupostos apontados na concepção do Curso. Entre tais vivências podemos citar:
  1. ter realizado experimentos em laboratórios;
  2. ter tido experiência com o uso de equipamento de informática;
  3. ter feito pesquisas bibliográficas, sabendo identificar e localizar fontes de informação relevantes;
  4. ter realizado a leitura, reflexão e discussão de textos de divulgação científica;
  5. ter entrado em contato com ideias e conceitos fundamentais da Física e das ciências, através da leitura de textos básicos;
ter tido a oportunidade de sistematizar seus conhecimentos e seus resultados em um dado assunto através de textos didáticos, artigos, comunicações técnicas e monografia.

Organização Curricular

O desenho curricular do Curso de Bacharelado em Física da UFPel está formatado dentro da estrutura exigida pelo Art. 40 da Resolução/COCEPE N.o 14, de 28 de outubro de 2010, segundo o qual todos os cursos de graduação da UFPel devem ter as atividades curriculares compreendidas em três dimensões formativas:
  • Formação Específica.
  • Formação Complementar.
Formação Livre ou Opcional.

Procedimentos e metodologias de ensino

Os procedimentos metodológicos adotados pelo Curso de Bacharelado em Física estão em consonância com os pressupostos listados no Projeto Pedagógico Institucional da UFPel, versão 2003. Segundo estes pressupostos, o delineamento metodológico representa a tentativa de, a partir de ideias e princípios definidos, caminhar em direção a uma ação, estabelecendo a trajetória a ser seguida, através de suas várias etapas.
            Ao estabelecer-se a compreensão crítica de que o Ensino Superior está intimamente conectado com os demais aspectos sociais e econômicos da sociedade, alguns elementos balizadores são apontados como procedimentos metodológicos fundamentais a serem utilizados na execução do Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado em Física. São eles:
  1. A operação com interdisciplinaridade – na busca de uma maior interação e correspondência do currículo com as realidades profissionais;
  2. a implementação da transdisciplinaridade – objetivando o auxílio do corpo discente quanto aos mecanismos de formas adequadas a um melhor desempenho acadêmico;
  3. a flexibilização curricular – procurando, com a coordenação, a adequação do currículo à realidade profissional, com a implementação de uma estrutura básica e um incremento e complementação através de múltiplas disciplinas optativas e atividades complementares, para que o aluno possa construir seu próprio caminho dentro do Curso;
  4. a otimização prática – incrementando e viabilizando um maior contato do corpo acadêmico com a realidade profissional e realizando convênios com entidades de classe e associações;
a complementação educacional – viabilizando o oferecimento de atividades complementares, cursos de extensão, participação em projetos de pesquisa, assistência não presencial e assessoria quanto a aspectos de conteúdo e forma para o corpo acadêmico.

Avaliação do ensino e da aprendizagem

O processo de avaliação de aprendizado e do ensino será contínuo e cumulativo e obterá seus resultados finais ao longo prazo. Esse buscará determinar o desempenho e aproveitamento do aluno em todas as etapas e em cada uma das disciplinas ministradas no Curso. A forma de avaliação em cada disciplina poderá variar em função do conteúdo e contexto da mesma, bem como com as situações circunstanciais, de acordo com as orientações do docente responsável por ministrá-la. É importante lembrar que, para a avaliação do desempenho do aluno nas disciplinas, deverá ser respeitado o Regimento Geral da Universidade Federal de Pelotas (1977), Cap. V do Sistema de Avaliação, artigos 183 a 198, o qual estabelece, entre outros, que a aprovação em cada disciplina será apurada semestralmente e fica condicionada à frequência do aluno em pelo menos 75% das aulas.
            Entretanto, em todas as formas de avaliação, prevalecerão os aspectos qualitativos sobre os quantitativos e serão disponibilizados mecanismos alternativos que permitam aos discentes a superação de eventuais dificuldades no aprendizado ou no aproveitamento nas respectivas etapas avaliativas. Nesse sentido, o processo de avaliação poderá ser através da aplicação tradicional de provas escritas, experimentos em laboratório ou testes orais periódicos, resolução e discussão de listas de exercícios, apresentação de trabalhos de pesquisa, seminários, projetos e outras dinâmicas adequadas, a critério do respectivo docente responsável. A forma efetiva de avaliação em cada disciplina será especificada textualmente no inicio de cada semestre acadêmico pelos respectivos professores por meio dos planos de ensino.

Integração com a Pesquisa e a Pós-Graduação

O Programa de Pós-Graduação em Física (PPG-Física) da UFPel, através do seu Curso de Mestrado em Física, iniciado em agosto de 2008, e Doutorado em Física, iniciado em março de 2016, tem servido de ponte de integração entre a graduação em Física e a pós-graduação. Esta integração tem sido realizada através de diversas ações, tais como a orientação de estudantes de graduação em iniciação científica (IC) pelos docentes do PPG-Física, coordenação do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência) por docentes do PPG-Física e a participação de estudantes de graduação nos grupos de pesquisa associados ao PPG-Física.
Com o curso de Bacharelado em Física da UFPel esta integração é aprofundada. O PPC do Bacharelado incentiva o graduando a participar de projetos de pesquisa, que serão computados como Atividades Complementares. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), exigido como disciplina obrigatória, servirá de coroamento desta integração.
Neste sentido, a integração entre a graduação e a pós-graduação se efetivará nas seguintes atividades:
  1. o corpo docente do PPG-Física ministrando disciplinas no Bacharelado em Física e na pós-graduação (Mestrado) em Física;
  2. o corpo docente do PPG-Física orientando alunos do Bacharelado em Física em projetos de iniciação científica;
  3. o corpo docente do PPG-Física orientando alunos do Bacharelado em Física nos projetos de TCC;
  4. atividades ligadas à disciplina de Estágio Docente (2 créditos) de alunos da pós-graduação executadas em disciplinas do Bacharelado em Física;
  5. seminários da pós-graduação abertos aos alunos do Bacharelado em Física;
artigos científicos em autoria ou coautoria com alunos do Bacharelado em Física e pós-graduação.

Acompanhamento de Egressos

O Curso de Bacharelado em Física utiliza o acompanhamento do egresso como um mecanismo de acompanhamento da vida profissional dos egressos do Curso. O objetivo deste acompanhamento é auxiliar o Curso na construção de indicadores referentes à demanda da área de Física no estado e no Brasil, identificando áreas em crescimento e em desenvolvimento, a qualidade do profissional formado e a eficiência e a qualidade do Curso.
            Essas informações auxiliarão no aperfeiçoamento do PPC, bem como promover o aperfeiçoamento continuado no processo de avaliação do Curso, a partir da identificação das necessidades dos egressos. Nesse sentido, acompanhamento do perfil do egresso tem como objetivos:
  1. manter o relacionamento e o vínculo do egresso com o Curso;
  2. verificar a inserção dos alunos no mercado de trabalho;
  3. identificar o perfil do egresso;
  4. criar ferramentas de avaliação do desempenho do egresso no mercado de trabalho;
  5. obter informações sobre a demanda do mercado de trabalho;
  6. obter subsídios para a adequação do PPC.
            O Curso de Bacharelado em Física manterá contato com seus egressos, através de e-mails, eventos da área, da “homepage” do curso e de redes sociais, bem como o Portal de Egresso da UFPel (http://wp.ufpel.edu.br/egresso/).

Matriz Curricular

1º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090133APLICATIVOS COMPUTACIONAIS PARA A FÍSICAObrigatória234
0100301CÁLCULO 1Obrigatória468
0100100GEOMETRIA ANALÍTICAObrigatória468
0090132INTRODUÇÃO CONCEITUAL À FÍSICAObrigatória234

2º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0100170ÁLGEBRA LINEAR I0100100 - GEOMETRIA ANALÍTICAObrigatória468
0100302CÁLCULO 20100301 - CÁLCULO 1Obrigatória468
0090033FÍSICA EXPERIMENTAL IObrigatória234
0090161FÍSICA GERAL AObrigatória6102
0090138PROGRAMAÇÃO COMPUTACIONAL PARA FÍSICA0090133 - APLICATIVOS COMPUTACIONAIS PARA A FÍSICAObrigatória468

3º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0100303CÁLCULO 30100302 - CÁLCULO 20100170 - ÁLGEBRA LINEAR IObrigatória6102
0090158COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA EM FÍSICA0090133 - APLICATIVOS COMPUTACIONAIS PARA A FÍSICA0090161 - FÍSICA GERAL AObrigatória468
0090034FÍSICA EXPERIMENTAL II0090033 - FÍSICA EXPERIMENTAL I0090161 - FÍSICA GERAL AObrigatória234
0090162FÍSICA GERAL B0090161 - FÍSICA GERAL A0100301 - CÁLCULO 1Obrigatória6102

4º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0100269EQUAÇÕES DIFERENCIAIS0100303 - CÁLCULO 3Obrigatória468
0090035FÍSICA EXPERIMENTAL III0090033 - FÍSICA EXPERIMENTAL I0090162 - FÍSICA GERAL BObrigatória234
0090163FÍSICA GERAL C0090162 - FÍSICA GERAL B0100302 - CÁLCULO 2Obrigatória6102
0090139MÉTODOS NUMÉRICOS PARA A FÍSICA0090138 - PROGRAMAÇÃO COMPUTACIONAL PARA FÍSICA0100303 - CÁLCULO 3Obrigatória468
0090110TERMODINÂMICA0090162 - FÍSICA GERAL B0100303 - CÁLCULO 3Obrigatória468

5º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090185LABORATÓRIO DE ÓPTICA E FÍSICA MODERNA0090163 - FÍSICA GERAL C0090035 - FÍSICA EXPERIMENTAL IIIObrigatória234
0090040MECÂNICA GERAL I0090162 - FÍSICA GERAL B0100269 - EQUAÇÕES DIFERENCIAIS0100170 - ÁLGEBRA LINEAR IObrigatória6102
0090136MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA I0100170 - ÁLGEBRA LINEAR I0100269 - EQUAÇÕES DIFERENCIAISObrigatória6102
0090184ÓPTICA E FÍSICA MODERNA0090163 - FÍSICA GERAL CObrigatória6102

6º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090104MECÂNICA ANALÍTICA0090040 - MECÂNICA GERAL IObrigatória6102
0090130MECÂNICA QUÂNTICA I0090136 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA I0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAObrigatória468
0090107MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA II0090136 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA IObrigatória6102
0090101TEORIA ELETROMAGNÉTICA0090136 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA I0090163 - FÍSICA GERAL CObrigatória6102

7º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090135MECÂNICA ESTATÍSTICA0090110 - TERMODINÂMICA0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IObrigatória468
0090084MECÂNICA QUÂNTICA II0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IObrigatória6102
0090175TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I0090158 - COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA EM FÍSICA0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IObrigatória468

8º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090176TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO II0090175 - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO IObrigatória10170

Complementares

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0090186ATIVIDADES COMPLEMENTARESAtividade complementar200

Optativas

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
0100226ESTATÍSTICA BÁSICA0100302 - CÁLCULO 2Optativa468
0090106ESTRUTURA DA MATÉRIA0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IOptativa468
0090124FÍSICA DO ESTADO SÓLIDO0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA I0090101 - TEORIA ELETROMAGNÉTICA0090110 - TERMODINÂMICAOptativa468
0090177FÍSICA DOS MATERIAIS0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa468
0090125FÍSICA DOS PLASMAS0090136 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA I0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa468
0090182FÍSICA EXPERIMENTAL AVANÇADA0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNA0090185 - LABORATÓRIO DE ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa234
0090098FUNDAMENTOS DE ASTRONOMIA E ASTROFÍSICA0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa6102
0090134HIDRODINÂMICA AVANÇADA0100269 - EQUAÇÕES DIFERENCIAIS0090040 - MECÂNICA GERAL IOptativa6102
0090172HISTÓRIA E FILOSOFIA DA FÍSICA I0090161 - FÍSICA GERAL A0090132 - INTRODUÇÃO CONCEITUAL À FÍSICAOptativa468
0090173HISTÓRIA E FILOSOFIA DA FÍSICA II0090172 - HISTÓRIA E FILOSOFIA DA FÍSICA I0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa468
0090174INTRODUÇÃO À DINÂMICA MOLECULAR DE SISTEMAS FÍSICOS0090138 - PROGRAMAÇÃO COMPUTACIONAL PARA FÍSICAOptativa468
0090126INTRODUÇÃO À FÍSICA DE PARTÍCULAS0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IOptativa468
0090171INTRODUÇÃO AO PENSAMENTO FÍSICOOptativa468
0090103INTRODUÇÃO A RELATIVIDADE0090040 - MECÂNICA GERAL I0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa468
0090128INTRODUÇÃO À SISTEMAS COMPLEXOS0090110 - TERMODINÂMICAOptativa468
0090179LABORATÓRIO DE ELETRÔNICA0090163 - FÍSICA GERAL C0090035 - FÍSICA EXPERIMENTAL IIIOptativa234
1310277LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS I ( LIBRAS I )Optativa468
0090178MÉTODOS NUMÉRICOS AVANÇADOS PARA A FÍSICA0090139 - MÉTODOS NUMÉRICOS PARA A FÍSICAOptativa468
0150100QUÍMICA GERALOptativa468
0090180RELATIVIDADE GERAL E COSMOLOGIA0090104 - MECÂNICA ANALÍTICA0090184 - ÓPTICA E FÍSICA MODERNAOptativa468
0090183SIMULAÇÃO MONTE CARLO DE SISTEMAS FÍSICOS0090139 - MÉTODOS NUMÉRICOS PARA A FÍSICA0090135 - MECÂNICA ESTATÍSTICAOptativa468
0090181TEORIA ELETROMAGNÉTICA AVANÇADA0090101 - TEORIA ELETROMAGNÉTICAOptativa468

Professores que ministraram disciplinas no Curso nos últimos três semestres

Nome
ALEXANDRE DIEHLInstituto de Física e Matemática
ALEXANDRE MOLTERInstituto de Física e Matemática
ALVARO LEONARDI AYALA FILHOInstituto de Física e Matemática
ANDRE FRANCISCO PIVATO BIAJOLICentro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos
ARLAN DA SILVA FERREIRAInstituto de Física e Matemática
CAMILA PINTO DA COSTAInstituto de Física e Matemática
CARLOS ALBERTO VAZ DE MORAIS JUNIORInstituto de Física e Matemática
CLAUDIO ZEN PETERSENInstituto de Física e Matemática
DENNIS FERNANDES ALVES BESSADAInstituto de Física e Matemática
EDUARDO FONTES HENRIQUESInstituto de Física e Matemática
FABIO TEIXEIRA DIASInstituto de Física e Matemática
FABRICIO BANDEIRA CABRALInstituto de Física e Matemática
FERNANDO JAQUES RUIZ SIMOES JUNIORInstituto de Física e Matemática
GIOVANNI DA SILVA NUNESInstituto de Física e Matemática
GISELDA MARIA PEREIRAInstituto de Física e Matemática
GLENIO AGUIAR GONCALVESInstituto de Física e Matemática
JAIRO VALOES DE ALENCAR RAMALHOInstituto de Física e Matemática
JOSEANE DA SILVA PORTOInstituto de Física e Matemática
LESLIE DARIEN PEREZ FERNANDEZInstituto de Física e Matemática
LISANDRA DE OLIVEIRA SAUERInstituto de Física e Matemática
LUCIANA CHIMENDES CABRERAInstituto de Física e Matemática
MARCO ANDRE PALDES DA COSTAInstituto de Física e Matemática
MARIO LUCIO MOREIRAInstituto de Física e Matemática
MARIO LUIZ LOPES DA SILVAInstituto de Física e Matemática
MATHEUS LEMOS DE PERESInstituto de Física e Matemática
MAURICIO JEOMAR PIOTROWSKIInstituto de Física e Matemática
MAURICIO ZAHNInstituto de Física e Matemática
PAULO SERGIO KUHNInstituto de Física e Matemática
PEDRO LOVATO GOMES JARDIMInstituto de Física e Matemática
RAFAEL CAVAGNOLIInstituto de Física e Matemática
REJANE PERGHERInstituto de Física e Matemática
ROGERIO COSTA CAMPOSInstituto de Física e Matemática
SERGIO LUIZ CARDOSO DE OLIVEIRAInstituto de Física e Matemática
VALDEMAR DAS NEVES VIEIRAInstituto de Física e Matemática
WERNER KRAMBECK SAUTERInstituto de Física e Matemática
WILLIAN EDGARDO ALAYO RODRIGUEZInstituto de Física e Matemática

Turmas ofertadas em 2018 / 2

1º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0100301 - CÁLCULO 1Professor Regente: LUCIANA CHIMENDES CABRERA
Professor responsável pela turma: JAIRO VALOES DE ALENCAR RAMALHO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T61345
0100100 - GEOMETRIA ANALÍTICAProfessor responsável pela turma: JOSEANE DA SILVA PORTO
Horários
ManhãTardeNoite
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
TER14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
M1550
0100100 - GEOMETRIA ANALÍTICAProfessor responsável pela turma: JOSEANE DA SILVA PORTO
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
M3550

2º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0100170 - ÁLGEBRA LINEAR IProfessor responsável pela turma: LUCIANA CHIMENDES CABRERA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
M11525
0100302 - CÁLCULO 2Professor responsável pela turma: MAURICIO ZAHN
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T71510
0090033 - FÍSICA EXPERIMENTAL IProfessor responsável pela turma: MARIO LUCIO MOREIRA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
P22013
0090161 - FÍSICA GERAL AProfessor responsável pela turma: ALEXANDRE DIEHL
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T12241
0090138 - PROGRAMAÇÃO COMPUTACIONAL PARA FÍSICAProfessor responsável pela turma: RAFAEL CAVAGNOLI
Horários
ManhãTardeNoite
QUA16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
SEX16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
M11920

3º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0100303 - CÁLCULO 3Professor Regente: SERGIO LUIZ CARDOSO DE OLIVEIRA
Professor responsável pela turma: REJANE PERGHER
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
T459
0090162 - FÍSICA GERAL BProfessor responsável pela turma: WERNER KRAMBECK SAUTER
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T1109

4º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0100269 - EQUAÇÕES DIFERENCIAISProfessor responsável pela turma: GLENIO AGUIAR GONCALVES
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T3514
0090035 - FÍSICA EXPERIMENTAL IIIProfessor responsável pela turma: DENNIS FERNANDES ALVES BESSADA
Horários
ManhãTardeNoite
SEX10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
P1611
0090163 - FÍSICA GERAL CProfessor responsável pela turma: MAURICIO JEOMAR PIOTROWSKI
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T168
0090139 - MÉTODOS NUMÉRICOS PARA A FÍSICAProfessor responsável pela turma: CARLOS ALBERTO VAZ DE MORAIS JUNIOR
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
M154
0090110 - TERMODINÂMICAProfessor responsável pela turma: CARLOS ALBERTO VAZ DE MORAIS JUNIOR
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
T146

5º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0090040 - MECÂNICA GERAL IProfessor responsável pela turma: EDUARDO FONTES HENRIQUES
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T1212
0090136 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA IProfessor responsável pela turma: EDUARDO FONTES HENRIQUES
Horários
ManhãTardeNoite
SEG16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
QUA16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
SEX16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
T125

6º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0090104 - MECÂNICA ANALÍTICAProfessor responsável pela turma: PEDRO LOVATO GOMES JARDIM
Horários
ManhãTardeNoite
SEG16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
QUA16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
SEX16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
T155
0090130 - MECÂNICA QUÂNTICA IProfessor responsável pela turma: WERNER KRAMBECK SAUTER
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T145
0090107 - MODELOS TEÓRICOS DA FÍSICA IIProfessor responsável pela turma: ARLAN DA SILVA FERREIRA
Horários
ManhãTardeNoite
SEG14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
QUA14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T155
0090101 - TEORIA ELETROMAGNÉTICAProfessor responsável pela turma: FERNANDO JAQUES RUIZ SIMOES JUNIOR
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
SEX10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T1510

Optativas

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
0100226 - ESTATÍSTICA BÁSICAProfessor Regente: GISELDA MARIA PEREIRA
Professor responsável pela turma: MARCO ANDRE PALDES DA COSTA
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
QUI14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
T3154

Alunos Matriculados

Nome Ano de ingresso Semestre de ingresso
ALESSANDRA HORBACH BARBOSA20181
ANDREI ROCHA FURTADO20181
CHRISTIANE LOPES LEITE20181
JADE LACERDA FERNANDES20181
JONATHAN GONCALVES BARBOZA20181
MAURICIO FONSECA RODRIGUES20181
RENNAN PEREIRA DE SOUZA20181
SERGIO VINICIUS DE FARIA SCHOLANTE20181
VITOR MATEUS CONZATTI20181
ANDERSON RICARDO DA SILVA FERREIRA20171
BRUNO VIEIRA SCHMALFUSS20171
DANIELE MULLING ALTENBURG20171
GABRIEL BARBOSA CUNHA20171
IURI LOURENÇO PESSANHA20171
KEVIN VERGARA ROMMEL20171
LEONARDO DOS SANTOS FERREIRA20171
LUCAS AVILA PINHEIRO20171
PABLO DOS SANTOS SODRE20171
SARAH FONTENELE DE OLIVEIRA20171
TARIK BARROS PINHEIRO20171
THIAGO FAGUNDES GROSS20171
VICTORIA TEIXEIRA MILECH20171
VINICIUS DA COSTA ROSA20171
ALEX FERNANDES YONEZAWA20161
ARTHUR KRINDGES20161
BRUNA MOURA NOGUEIRA20161
CELIA ARTEMISA GOMES RODRIGUES MIRANDA20161
EDUARDO HENRIQUE MOSSMANN20161
LUCAS DA SILVA LAZZARI20161
LUIZA JARDIM DA CUNHA SARAIVA20161
MAXWEL HENRI DA SILVA20161
NICHOLAS FERNANDES DE SOUZA20161
ROGÉRIO ALMEIDA GOUVÊA20161
VINICIUS SIMOES ADERALDO20161
YAGO BADARO SANTINO RIBEIRO20161

Alunos Egressos

Nome Ano de ingresso Ano de conclusão

(*) Conceitos de curso:

(**) Vagas e formas de ingresso:

  • A0 - Ampla concorrência;
  • L1 - Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L5 - Candidatos que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L6 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L9 - Candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L10 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012
  • L13 - Candidatos com deficiência que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L14 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

Localização e contatos

Página gerada em 18/12/2018 17:25:42 (consulta levou 0.568820s)