Nome do Projeto
Unidade Embrapii InovaAgro UFPel: Tecnologias para a Agricultura e Agroindústria
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/09/2021 - 31/08/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
Este projeto para criação de unidade Embrapii InovaAgro na Universidade Federal de Pelotas concentra-se na área de competência em agricultura, processos agroindustriais e tecnologias de alimentos propondo ações para que o Grupo de Pesquisa que compõe o projeto desenvolva as suas atividades de P,D&I com foco na Sublinha 1: Soluções inovadoras para a produção agrícola e para os processos agroindustriais e de alimentos. O plano de ação é sendo proposto pelo grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas com atuação contínua em projetos de P,D&I para aplicações de empresas industriais associadas à Agricultura, Agroindústria e Alimentos. Nesta unidade empregaremos nossas expertises para o desenvolvimento de Tecnologias para a Agricultura e Agroindústria com as seguintes competências: 1. Tecnologias para proteção de cultivos: Métodos de controle de plantas daninhas, pragas e doenças, incluindo ferramentas de RNAi; Sistema para aplicação de defensivos; e desenvolvimento de novas formulações de defensivos; 2. Biotecnologia vegetal aplicada a produção de cultivos: Métodos de diagnóstico e sensores para a detecção de estresses bióticos e abióticos em plantas; Produtos para a mitigação de estresses bióticos e abióticos em plantas; Estimuladores e reguladores de crescimento de plantas; desenvolvimento de fertilizantes inteligentes; desenvolvimento de bioinsumos para a nutrição de plantas; tecnologias de produção, qualidade e armazenamento de sementes; e desenvolvimento de produtos inovadores usando ferramentas de biotecnologia, incluindo edição de genes. 3. Máquinas agrícolas e irrigação: desenvolvimento de máquinas e equipamentos; desenvolvimento de tratores autônomos para uso na agricultura; sistemas inteligentes para controle de irrigação; tecnologias de pós-colheita e industrialização de alimentos: métodos inteligentes de armazenamento, controle de contaminantes e descontaminação de grãos e derivados, desenvolvimento de embalagens sustentáveis e inteligentes e nanomateriais para aplicação na indústria de alimentos; bioadesivos e gomas para aplicação alimentícia; novos produtos a partir de resíduos agroindustriais; compostos bioativos aplicados a agroindústria; desenvolvimento de processos inovadores de aplicação industrial; e desenvolvimento de processos de produção de proteínas alternativas (verdes) e peptídeos bioativos.

Objetivo Geral

Desenvolvimento de produtos e processos inovadores para empresas ligadas a Agricultura e a Agroindústria

Justificativa

A unidade Embrapii InovaAgro - Tecnologias para a Agricultura e Agroindústria está focada no setor do agronegócio que é um dos propulsores da economia brasileira, responsável por uma fração de cerca de 25% do PIB. A agricultura brasileira tem como desafio evoluir de forma competitiva e sustentável para suprir a demanda crescente de fornecimento de produtos agrícolas, bem como de atender às exigências do mercado quanto à qualidade dos produtos.
Nos últimos 40 anos, o Brasil passou de importador de alimentos para o maior exportador mundial. Essa revolução é fruto do trabalho de qualidade realizado por técnicos, que promoveram uma verdadeira revolução na agricultura brasileira. Apesar deste status, o agronegócio brasileiro é importador de tecnologia, importando produtos e insumos de alto valor agregado e exportando commodity. Há a necessidade urgente de geração de tecnologias para a agroindústria brasileira para agregar valor a produtos e serviços, reduzindo assim a dependência brasileira das inovações importadas. A inovação no agronegócio é fator fundamental para garantir a manutenção e criação de novos modelos para a melhoria do desempenho produtivo, resultando em desenvolvimento econômico e social para o país.
Devido a importância do setor para a economia do país, evidencia-se grande necessidade e oportunidade aos atores da inovação e empreendedorismo pelo desenvolvimento de soluções inovadoras para melhoria dos meios e processos produtivos e tecnológicos que garantam a competitividade e sustentabilidade do agronegócio e das cadeias agroindustriais e alimentícias brasileiras.
A inovação está relacionada com o emprego de soluções criativas que permitam melhorar os processos de produção e de industrialização. A inovação no setor deve afetar todas as etapas da cadeia produtiva focando na sustentabilidade, profissionalização, gestão baseada em dados e tecnologia da informação e no uso de novas técnicas e ferramentas. A inovação e o desenvolvimento industrial são elementos essenciais ao surgimento de soluções que otimizem as atividades da cadeia produtiva agrícola e de alimentos.
Além de estar centrado no agronegócio, a Unidade estará centrada em uma das mais importantes regiões produtivas do Brasil (região sul). Apesar da atuação da nova unidade Embrapii ser em todo o território nacional, a sua localização estratégica em importante região produtora de grandes culturas (soja, milho e arroz), nela estão instaladas importantes indústrias de alimentos que são potenciais parceiras de projetos.
A UE oferecerá soluções para no mínimo sete das 12 tendências apontadas pelo World Economic Forum para a Agricultura, que são: proteínas alternativas, tecnologias de detecção para segurança alimentar, qualidade e rastreabilidade de alimentos; nutrigenética para nutrição personalizada; agricultura de precisão para utilização de insumos e uso da água; edição de genes para aprimoramentos de sementes com várias características; e criação de sistemas de produção eficazes. Soluções que contribuam com a disrupção dos segmentos agricultura, agroindústria e tecnologia de alimentos. A disrupção da alimentação e agricultura é inevitável e essencial, pois necessitamos de produtos modernos mais baratos e superiores em todas as formas concebíveis.
Neste contexto, após intenso estudo do ambiente interno da UFPel e do ambiente externo que constitui o setor da Agricultura, Agroindustrial e Tecnologias de Alimentos do país e da região, verificamos que entre as fortalezas que constituem os Grupos de pesquisa da UFPel, a presente Unidade de Pesquisa irá desenvolver soluções inovadoras para a produção agrícola e para os processos agroindustriais e de alimentos para as empresas brasileiras.

Metodologia

Na Unidade Embrapii InovaAgro - Tecnologias para a Agricultura e agroindústria, serão desenvolvidos produtos e processos inovadores para a Agricultura e Agroindústria:
Competência 1 - Tecnologias para proteção de cultivos:
a. Métodos de controle de plantas daninhas, pragas e doenças, incluindo ferramentas de RNAi;
b. Sistema para aplicação de defensivos; e
c. Desenvolvimento de novas formulações de defensivos;
Competência 2 - Biotecnologia vegetal aplicada a produção de cultivos:
a. Métodos de diagnóstico e sensores para a detecção de estresses bióticos e abióticos em plantas;
b. Produtos para a mitigação de estresses bióticos e abióticos em plantas;
c. Estimuladores e reguladores de crescimento de plantas;
d. Desenvolvimento de fertilizantes inteligentes;
e. Desenvolvimento de bioinsumos para a nutrição de plantas;
f. Tecnologias de produção, qualidade e armazenamento de sementes; e
g. Desenvolvimento de produtos inovadores usando ferramentas de biotecnologia, incluindo edição de genes.
Competência 3 - Máquinas agrícolas e irrigação:
a. Desenvolvimento de máquinas e equipamentos;
b. Desenvolvimento de tratores autônomos para uso na agricultura;
c. Sistemas inteligentes para controle de irrigação;
Competência 4 - Tecnologias de pós-colheita e industrialização de alimentos:
a. Métodos inteligentes de armazenamento, controle de contaminantes e descontaminação de grãos e derivados,
b. Desenvolvimento de embalagens sustentáveis e inteligentes e nanomateriais para aplicação na indústria de alimentos;
c. Bioadesivos e gomas para aplicação alimentícia;
d. Novos produtos a partir de resíduos agroindustriais;
e. Compostos bioativos aplicados a agroindústria;
f. Desenvolvimento de processos inovadores de aplicação industrial; e
g. Desenvolvimento de processos de produção de proteínas alternativas (verdes) e peptídeos bioativos.

Indicadores, Metas e Resultados

- Geração de onze produtos/processos inovadores para a indústria ligadas a agricultura e agroindústria;
- Treinamento de 23 alunos em nível de graduação
- Treinamento de 12 alunos em nível de mestrado
- Treinamento de 4 alunos em nível de doutorado

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA ALMEIDA DO AMARANTE
ADRIANO HIRSCH RAMOS
ALICE PEREIRA LOURENSON
ANDRE RICARDO FAJARDO6
ANDRINE KRUMREICH BÖHLKE
ANGELITA DA SILVEIRA MOREIRA6
ANGELO VIEIRA DOS REIS8
Alejandra Díaz Riaño
Andressa Baptista Nörnberg
BETINA BUENO PERES
BIANCA CAMARGO ARANHA
BRUNA CHRISTOFARI CEOLIN
BRUNO OLIVEIRA NOVAIS ARAUJO
BRUNO OREQUES FONSECA2
CAMILA CASTENCIO NOGUEIRA
CAMILA DE OLIVEIRA PACHECO
CAMILA WASCHBURGER AMES
CESAR DALMOLIN BERGOLI2
CRISTIANO WEINERT
CYRANO CARDOSO BUSATO
Cassiano Salin Pigatto
CÉSAR AUGUSTO GAIOSO FILHO
DANIEL BERNARDI10
DIANA MILENA ZABALA PARDO
DIEGO MARTINS CHIAPINOTTO
DIRCEU AGOSTINETTO10
EDINALVO RABAIOLI CAMARGO10
EDUARDO DOS SANTOS MACEDO COSTA
EDUARDO HELLER
EDUARDO WALKER10
ELESSANDRA DA ROSA ZAVAREZE
ERICMAR AVILA DOS SANTOS
FABRICIO ARDAIS MEDEIROS8
FELIPE DE SOUZA MARQUES1
FILIPE SELAU CARLOS10
FLAVIO ROBERTO MELLO GARCIA2
FRANCINE DAMIAN DA SILVA
GABRIELA NIEMEYER REISSIG
GERI EDUARDO MENEGHELLO5
GIUSEPE STEFANELLO10
GIZELE INGRID GADOTTI5
GLENIO DO COUTO PINTO JUNIOR1
GUSTAVO EINHARDT SOARES
GUSTAVO MAIA SOUZA10
Geovana Facco Barbieri
Graziele Ferreira Posser
HENRIQUE GONÇALVES ANDRADE
ITALO MACHADO DA CUNHA
IZADORA ALMEIDA PEREZ
IZADORA ROVEL DA SILVEIRA
JAQUELINE VOIGT WEISER
JOSEANO GRACILIANO DA SILVA
JULIANO BRUM DE QUEVEDO
KARINE LASTE MACAGNAN
LARISSA LONGARAY MACHADO
LARIZA BENEDETTI
LIGIA FURLAN6
LUCAS DA SILVA DE BARROS
LUCAS MARQUES VIEIRA
LUCIANO AVILA DOS SANTOS
LUIS ANTONIO DE AVILA26
Larissa Alves Rodrigues
Ludmilla Bezerra de Almeida
LÁZARO DA COSTA CORREA CANIZARES
MARCIA AROCHA GULARTE6
MARCUS VINÍCIUS FIPKE
MARIANE CAMPONOGARA CORADINI
MARIANE D'AVILA ROSENTHAL2
MARLON SOARES SIGALES
MATEUS VICENTE ALVES
MATHEUS BASTOS MARTINS
MAURICIO DE OLIVEIRA21
MAURÍCIO COUTO FILES
MIREGE ROBAINA VIVIAM
MIRIAN RIBEIRO GALVAO MACHADO5
MOISES JOAO ZOTTI10
Mariana Salbego Franco
NAIANE DE ALMEIDA REIS
NATÁLIA DA SILVA GARCIA
PAULO DE ALMEIDA AFONSO
PÂMELA ANDRADES TIMM
RENAN SOUZA SILVA
ROBERTA BARTZ KNEIB
ROQUE MAURICIO PALACIOS ZUÑIGA
ROSANE DA SILVA RODRIGUES5
Raquel Ferreira Vasconcelos
Rubens Antonio Polito
Silvia Leticia Rivero Meza
TIAGO LOPES BERTOLDI
Tamara Heck
VICTORIA CUNHA CONSENTINS
VINICIOS HUTTNER BUBOLZ
VINICIUS FARIAS CAMPOS1
VÍVIAN EBELING VIANA
ÂNDERSON DA ROSA FEIJÓ

Recursos Arrecadados

FonteValorAdministrador
EmbrapiiR$ 12.000.000,00Fundação Delfim Mendes da Silveira
Empresas do Setor Agrícola e da AgroindústriaR$ 12.000.000,00Fundação Delfim Mendes da Silveira

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
339036 - Outros Serviços de Terceiro - Pessoa FísicaR$ 2.000.000,00
339035 - Serviços de ConsultoriaR$ 300.000,00
339033 - Passagens de Despesas de LocomoçãoR$ 600.000,00
339030 - Material de ConsumoR$ 8.300.000,00
339020 - Auxílio Financeiro a PesquisadorR$ 5.200.000,00
339018 - Auxílio Financeiro a EstudantesR$ 4.000.000,00
339014 - Diária Pessoa CivilR$ 1.000.000,00
339004 - Contratação por Tempo DeterminadoR$ 100.000,00
339039 - Outros Serviços de Terceiro - Pessoa JurídicaR$ 2.500.000,00

Página gerada em 24/10/2021 02:38:43 (consulta levou 0.508842s)