Nome do Curso / Conceitos (*)
Música - Ciências Musicais
CC (2017)4
Nível / Grau
GRADUAÇÃO / Bacharelado
Modalidade
Presencial
Turno
MATUTINO
Código UFPel
3770
Código e-MEC
118522
Unidade
Coordenador
Criação e Reconhecimento
Curso criado pelo Conselho Superior conforme Portaria nº 1.553 de 06/10/2010.
Curso Reconhecido pela Portaria nº 794 de 26/07/2017. Publicada na Seção 1, página 16 do D.O.U de 28/07/2017.

Contextualização

O curso prepara de forma consistente o futuro profissional para um mercado cada vez mais competitivo, onde a versatilidade é essencial. O aluno adquire formação metodológica e científica na área das Ciências Musicais, instrumentalizando-o para a pesquisa em música. Adquire também sensibilização para o patrimônio musical brasileiro e dos fenômenos de identidade e diversidade das culturas musicais nele inseridos. Adquire conhecimentos e capacidade de compreensão nas diversas áreas científicas de Ciências Musicais, mais especificamente nas de História da Música, Sociologia Musical, Etnomusicologia, Filosofia e Estética Musical, Teoria, Análise e Técnicas de Composição. Desenvolve capacidades de aplicação autônoma e simultaneamente colaborativa dos conhecimentos adquiridos na formulação e resolução de problemas nas áreas científicas acima referidas. Promove a capacidade de selecionar, classificar e interpretar informações provenientes de investigação documental, em acervos e coleções multidisciplinares, e de campo, nos domínios musicológicos e etnomusicológicos . Desenvolve no aluno competências para comunicar a diferentes públicos análises sistemáticas sobre aspectos específicos, parciais e contextualizados, de práticas musicais. Promove a divulgação e difusão do conhecimento construído e desenvolvido no meio acadêmico em diálogos coma sociedade, através de recitais, concerto, mostras, apresentações, shows, espetáculos, pesquisas, artigos, textos acadêmicos, gravações e palestras. Forma um profissional que além de competente em sua linha de formação específica, possa atuar nos diversos processos de criação e manifestação artística e do conhecimento musical.

Objetivos

  • Adquirir formação metodológica e científica na área das Ciências Musicais, instrumentalizando o aluno para a pesquisa em música;

  • Adquirir sensibilização para o estudo do patrimônio musical brasileiro e dos fenômenos de identidade e diversidade das culturas musicais nele inseridos;

  • Adquirir conhecimentos e capacidade de compreensão nas diversas áreas científicas de Ciências Musicais, mais especificamente nas de História da Música, Sociologia Musical, Etnomusicologia, Filosofia e Estética Musical, Teoria, Análise e Técnicas de Composição;

  • Desenvolver capacidade de aplicação autônoma e simultaneamente colaborativa dos conhecimentos adquiridos na formulação e resolução de problemas nas áreas científicas acima referidas;

  • Promover a capacidade de selecionar, classificar e interpretar informações provenientes de investigação documental, em acervos e coleções multidisciplinares, e de campo, nos domínios musicológicos e etnomusicológicos;

  • Desenvolver no aluno competências para comunicar a diferentes públicos análises sistemáticas sobre aspectos específicos, parciais e contextualizados, de práticas musicais;

  • promover a divulgação e difusão do conhecimento construído e desenvolvido no meio acadêmico em diálogo com a sociedade, através de recitais, concertos, mostras, apresentações, shows, espetáculos, pesquisas, artigos, textos acadêmicos, gravações e palestras;

  • formar um profissional que além de competente em sua linha de formação específica, possa atuar nos diversos processos de criação e manifestação artística e do conhecimento musical.

 

Perfil do Egresso

A linha de formação em Ciências Musicais deve oferecer, ao seu egresso, a possibilidade do desenvolvimento do pensamento crítico-reflexivo em conjunto com a sensibilidade artística necessária ao trato dos assuntos musicais, potencializando habilidades e aptidões indispensáveis a sua atuação profissional na sociedade, na área da Música. Daí, pretende-se que seus egressos estejam aptos para o desenvolvimento de ações em diversos campos das atividades musicais, como a Crítica e Divulgação Musical ( nas várias mídias existentes), a Conservação e Gestão do Patrimônio Musical ( entre grupos sociais tradicionais, em Fundações, Museus, Bibliotecas, Arquivos e Fonotecas), o Planejamento e a Gestão de Politicas Culturais ligadas à Música, a Edição Musical ( gráfica e sonora), a Investigação e o Ensino Musical em nível superior, entre outras. Além disto, é esperado o desenvolvimento de habilidades de organização coletiva e de colaboração, necessárias entre os profissionais da área, como forma de construção do conhecimento, viabilizando uma rede de base de dados em constante atualização, a partir da qual o ensino e a pesquisa possam dialogar e avançar na produção de conhecimento.

Competências e habilidades

  1. Proceder à pesquisa científica e tecnológica em música, visando à compreensão e à difusão da cultura em suas dinâmicas e na perspectiva de sua diversidade;
  2. Atuar como investigador e assessor de projetos de ensino, cultura e pesquisa em diferentes espaços culturais e educacionais;
  3. Colaborar no estabelecimento de Centros de Documentação Musical interligados, como forma de estimular a ampliação do conhecimento e reforçar o elo entre o ensino e a pesquisa.

 

Organização Curricular

A carga horária total do Curso de Música, linha de formação Canto, é de 2412 horas, divididos entre a formação Específica, a Formação Complementar e a Formação Livre, conforme o seguinte quadro: Formação Específica -Disciplinas do Núcleo Comum 850horas/aula - 708horas - 29,3% -Disciplinas Específicas 816horas/aula - 680horas - 28,2% Total Formação Específica 1666horas/aula - 1388horas - 57,5% Formação Complementar 543horas - 22,5% Formação Livre 578horas/aula - 481 - 20% TOTAL 2412horas - 100%

Procedimentos e metodologias de ensino

O projeto pedagógico do curso, em consonância com as orientações legais propostas pelo MEC (LDB 9394/96; CNE/CES 2/2004), é fruto de um diagnóstico identificado na unidade que visa adequar as propostas curriculares vigentes em relação às novas demandas artísticas, socioculturais, científicas e tecnológicas da sociedade contemporânea. Segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Música, apresentadas na resolução nº2 de 8 de março de 2004,

o curso de graduação em Música deve ensejar [...] a capacitação para apropriação do pensamento reflexivo, da sensibilidade artística,[...] revelando habilidades e aptidões indispensáveis à atuação profissional na sociedade, nas dimensões artísticas, culturais, sociais, cientificas e tecnológicas, inerentes à área da música.

 

 

Frente a estas demandas, entende-se a necessidade de um Curso de Música que induza a uma postura dinâmica empreendedora, reflexiva e ativa, em interação com a sociedade.

Conforme estabelecido no parecer nº0195/2003, do Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior, as Diretrizes Curriculares Nacionais

devem induzir à criação de diferentes formações e habilitações para cada área do conhecimento, possibilitando ainda definirem múltiplos perfis profissionais, garantindo uma maior diversidade de carreiras, promovendo a integração do ensino de graduação com a pós-graduação, privilegiando, no perfil de seus formandos, as competências intelectuais que reflitam a heterogeneidade das demandas sociais.

 

 

Indispensável para um efetivo diálogo com as variáveis demandas sociais do nosso tempo é a valorização de uma formação sólida envolvendo estudos básicos relacionados com a cultura, as artes e também as ciências humanas e sociais; envolvendo estudos relacionados com a pluralidade de conhecimentos instrumentais, composicionais, tecnológicos e estéticos; bem como estudos que permitam a integração teoria/prática relacionada com o exercício da arte musical e do desempenho profissional. Deste modo, o curso propicia a constituição de habilidades ou capacidades para se situar e dialogar com o atual estado das pesquisas em música e que possibilitam o trânsito nas diversas correntes estéticas instituídas, da música de concerto e popular.

Consonante a isto, esta concepção de curso prioriza a flexibilização do percurso acadêmico, aliando a construção de perfis profissionais individuais ao desenvolvimento de competências e habilidades específicas do fazer musical. A flexibilidade da formação se reflete na possibilidade de trânsito nas diversas linhas de formação do bacharelado em música e na valorização da formação livre e das Atividades Complementares.

Ao mesmo tempo, o curso apresenta uma formação acadêmica que é estabelecida através de um eixo comum de saberes em sintonia com outras IES, tais como os da História da Música (Geral e Brasileira) e da Teoria Musical (Harmonia, Contraponto e Análise). Esta característica é fundamental para facilitar a mobilidade acadêmica e a integração da graduação com pós-graduação.

A valorização da reflexão sobre o fazer musical, sobre a relação do músico com a sociedade, com o mercado trabalho, assim como sobre as concepções estéticas e éticas também é tônica do curso. Com este objetivo, há um eixo da formação composto por disciplinas obrigatórias (Fundamentos da Cultura; Estética; Produção Cultural) e que pode ser aprofundado em disciplinas da formação livre. Este eixo serve de embasamento para a consolidação de uma postura engajada e ativa dos alunos, no sentido de construir um percurso acadêmico condizente com os interesses particulares e respeitador de sua identidade cultural, mas, ao mesmo tempo, crítico e consciente de suas responsabilidades com a sociedade e do espírito colaborativo dentro e fora do âmbito acadêmico.

Avaliação do ensino e da aprendizagem

De acordo com os princípios norteadores do processo de ensino-aprendizagem, apresentamos os procedimentos e critérios a serem utilizados para a avaliação do referido processo. Os procedimentos e critérios estão subdivididos em quatro categorias, de acordo com os tipos de disciplinas, quais sejam: teóricas, teórico-práticas, práticas interpretativas e composição.

Nas quatro categorias estão contemplados os procedimentos de avaliação continuada e a participação do aluno no processo avaliativo, de modo a propiciar uma maior eficiência de ensino-aprendizagem.

Disciplinas de cunho Teórico


 

Métodologia e critérios:

O processo de avaliação será composto pela Avaliação Contínua, constituída por diversas ferramentas de avaliação.

Avaliação contínua: adaptada a necessidade de cada disciplina e realizada com a participação do professor e do aluno na discussão sobre a eficiência no processo de ensino-aprendizagem, avaliando o processo de leitura, reflexão e escrita. Poderá ser realizado individualmente (professor e aluno) ou compartilhado em aula com os demais alunos, segundo as necessidades e possibilidades do grupo.

  • Tarefas (extra-classe): solicitadas e discutidas em aula, discutindo relação entre texto contexto e música (relação entre o que ouviram e o que leram), gerando avaliação continuada a partir da participação dos alunos. Objetivos: verificar a autonomia do aluno com a escuta, a leitura e a tarefa de leitura/pesquisa solicitada, verificar o envolvimento extra-classe com os conteúdos estudados.


 

  • Produção textual em caráter dissertativo: Objetivos: verificar o envolvimento do aluno com a difusão escrita do conhecimento científico; verificar a capacidade reflexiva do aluno; verificar a capacidade de elaboração e exposição dissertativa de idéias. Critérios de valoração: Conteúdo (objetividade na apresentação do tema e conteúdo do trabalho solicitado; desenvolvimento com capacidade em relacionar o conteúdo com as demais disciplinas de sua formação, referência aos autores-chave da área, posicionamento crítico frente às idéias do autor, propriedade nas exemplificações; conclusão com fechamento do tema, apontando para possibilidades futuras de trabalho e/ou pesquisas na área); Forma (organização, seqüência lógica, correção lingüística); Normas técnicas.

  • Apresentação de trabalhos: Objetivos: verificar o desempenho do aluno na comunicação oral do conhecimento científico; verificar a capacidade reflexiva do aluno; verificar a capacidade de elaboração e exposição de idéias. Critérios de valoração: Desempenho do aluno (postura, espontaneidade, auto-controle, dicção, clareza de exposição); Apresentação do conteúdo (objetividade, seqüência lógica, propriedade nas exemplificações, capacidade em relacionar o conteúdo com as demais disciplinas de sua formação, referência aos autores-chave da área, posicionamento crítico frente às idéias do autor, observância do tempo de apresentação de trabalho); Emprego de recursos audiovisuais.

  • Participação em aula: Objetivos: verificar o desempenho do aluno no processo de ensino-aprendizagem; desenvolver a capacidade crítica e auto-crítica em relação ao seu engajamento nas discussões em classe, bem como nas apresentações orais das tarefas solicitadas. Critérios de valoração: intencionalidade intelectual, artística e acadêmica.


 

Disciplinas Teórico-Práticas


 

Metodologia e critérios:

O processo de avaliação será composto pela Avaliação Contínua e pelo Projeto da Disciplina (trabalho final).


 

a) Avaliação contínua: realizada periodicamente, com a participação do professor e do aluno na discussão sobre a eficiência no processo de ensino-aprendizagem;


 

  • Exercícios realizados em aula. Objetivos: verificar a capacidade do aluno de envolvimento imediato com os conteúdos estudados. Critérios de valoração: empenho individual e envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem.

  • Tarefas extra-classe: Objetivos: verificar a autonomia do aluno e envolvimento extra-classe com os conteúdos estudados. Critérios de valoração: empenho individual, envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem e apropriação de conhecimentos, habilidades e competências.

  • Participação em aula: Objetivos: verificar o envolvimento do aluno com o processo de ensino-aprendizagem; desenvolver a capacidade crítica e auto-crítica em relação à produção da turma. Critérios de valoração: intencionalidade intelectual, artística e acadêmica.

 

b) Projeto da disciplina - trabalho final: Objetivos: Verificar a capacidade do aluno na aplicação dos conteúdos desenvolvidos para o projeto final da disciplina. Critérios de valoração: empenho individual, domínio prático da intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos específicos de cada disciplina.

 

Disciplinas de Práticas Interpretativas


 

Métodologia e critérios:

O processo de avaliação será composto pela Avaliação Contínua e pela Avaliação por Banca.

a) Avaliação contínua: realizada periodicamente, com a participação do professor e do aluno na discussão sobre a eficiência no processo de ensino-aprendizagem;


 

  • Exercícios realizados em aula. Objetivos: verificar a capacidade do aluno de envolvimento imediato com os conteúdos estudados. Critérios de valoração: empenho individual e envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem.

  • Estudo extra-classe: Objetivos: verificar a autonomia do aluno e envolvimento extra-classe com os conteúdos estudados e o seu desenvolvimento progressivo. Critérios de valoração: empenho individual, envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem e apropriação de conhecimentos, habilidades e competências.

  • Projeto de práticas interpretativasObjetivos: verificar a capacidade do aluno na tomada de decisões interpretativas a aplicação dos conteúdos envolvendo organicidade, sonoridade, temporalidade, e condução dramática. Critérios de valoração: empenho individual, domínio prático da intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos acima.


 

b) Avaliação por banca.

  • 1ª Avaliação por banca: Realizada na 8ª semana, com a participação dos professores de práticas interpretativas e do próprio aluno; não é aberta ao público;

Projeto em curso (duração de 10 minutos): Objetivos: verificar a eficácia do processo de estudo, a capacidade do aluno na tomada de decisões interpretativas a aplicação dos conteúdos envolvendo organicidade, sonoridade, temporalidade, e condução dramática. Viabilizar a autocrítica e a conscientização do trabalho em desenvolvimento. Critérios de valoração: empenho individual, domínio prático da intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos acima considerando os resultados alcançados até o momento.

 

  • 2ª Avaliação por banca: realizada na última semana, banca formada pelos professores de práticas interpretativas; é aberta ao público;

Apresentação do Projeto de práticas interpretativas: Objetivos: verificar a capacidade do aluno na tomada de decisões interpretativas a aplicação dos conteúdos envolvendo organicidade, sonoridade, temporalidade, e condução dramática. Critérios de valoração: domínio da intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos acima.

 

Disciplinas de Prática de Conjunto


 

Métodologia e critérios:

O processo de avaliação será composto pela Avaliação Contínua e pela Avaliação por Banca.

a) Avaliação contínua: realizada a cada aula, com a participação do professor, do próprio aluno e dos colegas na discussão sobre a eficiência no processo de ensino-aprendizagem;

  • Exercícios realizados em aula. Objetivos: verificar a capacidade do aluno de envolvimento imediato com os conteúdos estudados. Critérios de valoração: esforço individual e envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem.

  • Tarefas extra-classe: Objetivos: verificar a autonomia do aluno e envolvimento extra-classe com os conteúdos estudados. Critérios de valoração: esforço individual, envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem e apropriação de conhecimentos, habilidades e competências.

  • Projeto composicional semestralObjetivos: verificar a capacidade do aluno na tomada de decisões composicionais e aplicação dos conteúdos envolvendo o tratamento da forma, o desenvolvimento de materiais, a condução dramática e a concepção estética em seu projeto composicional semestral. Critérios de valoração: esforço individual, intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos acima e envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem.

  • Produção textual em caráter dissertativo: Objetivos: verificar o envolvimento do aluno com a difusão escrita do conhecimento científico; verificar a capacidade reflexiva do aluno; verificar a capacidade de elaboração e exposição dissertativa de idéias. Critérios de valoração: esforço individual, intencionalidade intelectual e envolvimento com o processo de ensino-aprendizagem.

  • Participação em aula: Objetivos: verificar o envolvimento do aluno com o processo de ensino-aprendizagem; desenvolver a capacidade crítica e auto-crítica em relação à produção composicional da turma. Critérios de valoração: intencionalidade intelectual, artística e acadêmica.

b) Avaliação por Banca

Projeto composicional semestral: Objetivos: verificar a capacidade do aluno na tomada de decisões composicionais e aplicação dos conteúdos envolvendo o tratamento da forma, o desenvolvimento de materiais, a condução dramática e a concepção estética em seu projeto composicional semestral. Critérios de valoração: intencionalidade artística, domínio das ferramentas técnicas contempladas nos objetivos acima.

  • 1ª Avaliação por banca: realizada na 4ª semana, banca formada pelos professores de composição; não é aberta ao público e aos alunos; os apontamentos realizados pela banca são encaminhados pelo professor à sua turma e discutidos em sala de aula.

  • 2ª Avaliação por banca: realizada na 8ª semana, banca formada pelos professores de composição; não é aberta ao público e aos alunos; os apontamentos realizados pela banca são encaminhados pelo professor à sua turma e discutidos em sala de aula.

  • 3ª Avaliação por banca: realizada na última semana, banca formada pelos professores de composição; é aberta ao público; os apontamentos da banca são apresentados diretamente aos alunos durante a realização da avaliação;

Integração com a Pesquisa e a Pós-Graduação

Não há Pós-Graduação em Música na UFPel até o momento.

Acompanhamento de Egressos

 O conhecimento das realidades profissionais, acadêmicas e pessoais dos alunos e ex-alunos pode constituir-se em uma ferramenta útil e eficiente na avaliação e reavaliação do curso e de suas concepções pedagógicas, contribuindo diretamente com sua qualificação e atualização. Através do acompanhamento de egressos, e também dos alunos que ainda não concluíram o curso, é possível observar a trajetória profissional e inserção no mercado de trabalho, bem como identificar possíveis deficiências, lacunas de formação e as novas demandas e necessidades da sociedade.

Com esta finalidade, pretende-se acompanhar e avaliar aspectos relacionados à inserção dos egressos no mercado de trabalho; obter elementos que identifiquem níveis de qualidade dos cursos através do acompanhamento do desenvolvimento profissional dos ex-alunos; implementar a criação de um Banco de Dados dos egressos, contendo informações pessoais, acadêmicas, profissionais e outras adicionais; atualizar continuamente as fontes de comunicação com alunos e ex-alunos; realizar cursos e eventos, articulando a integração dos egressos com os alunos da Graduação, da Extensão e da Pesquisa.

 

Matriz Curricular

1º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000541ETNOMUSICOLOGIA - INTRODUÇÃO E MÉTODOSObrigatória345
05000606HISTÓRIA DA MÚSICA IObrigatória230
05000550INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IObrigatória230
05000213LABORATÓRIO CORAL IObrigatória230
05000542MUSICOLOGIA IObrigatória345
05000140TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IObrigatória460

2º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000365CONTRAPONTO IObrigatória230
05000546ETNOMUSICOLOGIA BRASILEIRA05000541 - ETNOMUSICOLOGIA - INTRODUÇÃO E MÉTODOSObrigatória345
05000635HISTÓRIA DA MÚSICA II05000606 - HISTÓRIA DA MÚSICA IObrigatória230
05000551INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IIObrigatória230
05000543MUSICOLOGIA II05000542 - MUSICOLOGIA IObrigatória345
05000168TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA II05000140 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IObrigatória460

3º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000544ETNOMUSICOLOGIA LATINOAMERICANA05000546 - ETNOMUSICOLOGIA BRASILEIRAObrigatória345
05000215HARMONIA IObrigatória230
05000636HISTÓRIA DA MÚSICA III05000635 - HISTÓRIA DA MÚSICA IIObrigatória230
05000552INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IIIObrigatória230
05000545MUSICOLOGIA III05000543 - MUSICOLOGIA IIObrigatória345
05000174TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA III05000168 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IIObrigatória460

4º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000549ETNOMUSICOLOGIA - CULTURAS MUSICAIS DO MUNDO05000544 - ETNOMUSICOLOGIA LATINOAMERICANAObrigatória345
05000527HARMONIA II05000526 - HARMONIA IObrigatória230
05000638HISTÓRIA DA MÚSICA IV05000636 - HISTÓRIA DA MÚSICA IIIObrigatória230
05000553INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IVObrigatória230
05000547MUSICOLOGIA IV05000545 - MUSICOLOGIA IIIObrigatória345
05000156TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IV05000174 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IIIObrigatória460

5º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000657ESTÉTICA MUSICALObrigatória230
05000528HARMONIA III05000527 - HARMONIA IIObrigatória230
05000668HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA IObrigatória230
05000555INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VObrigatória230
05000554PRÁTICAS DE PESQUISA EM CIÊNCIAS MUSICAIS IObrigatória230
05000377PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL IObrigatória230

6º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000508HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA II05000668 - HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA IObrigatória230
05000557INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIObrigatória230
05000556PRÁTICA DE PESQUISA EM CIÊNCIAS MUSICAIS IIObrigatória230
05000382PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL II05000377 - PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL IObrigatória230
05000385PROJETO DE PESQUISA EM MÚSICA IObrigatória230

7º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000559INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIIObrigatória230
05000558PRÁTICAS DE PESQUISA EM CIÊNCIAS MUSI. IIIObrigatória230
05000518PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL III 05000382 - PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL IIObrigatória230
05000391PROJETO DE PESQUISA EM MÚSICA II05000385 - PROJETO DE PESQUISA EM MÚSICA IObrigatória230

8º Semestre

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000560INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIIIObrigatória230
05000525SEMINÁRIO ORIENTAÇÃO TRAB CONCLUSÃO CURSO05000391 - PROJETO DE PESQUISA EM MÚSICA IIObrigatória230

Optativas

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000540A CANÇÃO POPULAR NO SÉC. XX E XXIOptativa230
05000448APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICAL05000657 - ESTÉTICA MUSICALOptativa230
05000561APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICAL II05000448 - APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICALOptativa230
05000562APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICAL III05000561 - APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICAL IIOptativa230
05000570ARQUIVOLOGIA E EDIÇÃO MUSICAL I05000543 - MUSICOLOGIA IIOptativa230
05000571ARQUIVOLOGIA E EDIÇÃO MUSICAL II05000570 - ARQUIVOLOGIA E EDIÇÃO MUSICAL IOptativa230
05000655CULTURA ARTÍSTICA DOS SÉCULOS XIX AO XXIOptativa230
05000654CULTURA ARTÍSTICA DOS SÉCULOS XVI AO XIXOptativa230
05000567ETNOMUSICOLOGIA HISTÓRICA05000543 - MUSICOLOGIA II05000546 - ETNOMUSICOLOGIA BRASILEIRAOptativa230
05000548ETNOPEDAGOGIAS MUSICAISOptativa230
05000379FUNDAMENTOS DA ACÚSTICA APLICADOS À MÚSICAOptativa230
05000718HISTÓRIA DA MÚSICA NO RSOptativa230
05000373INTERPRETACAO IVOptativa230
05000459MÚSICA E SOCIEDADEOptativa230
05000569OFICINA DE CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOSOptativa460
05000594PRÁTICA DE MPBOptativa230
05000568PRÁTICAS MUSICAIS AFRO-BRASILEIRASOptativa230
05000566PRÁTICAS MUSICAIS DE CONTEXTOS URBANOS05000541 - ETNOMUSICOLOGIA - INTRODUÇÃO E MÉTODOS05000542 - MUSICOLOGIA IOptativa230
05000565PRÁTICAS MUSICAIS NA IMIGRAÇÃO E DIÁSPORA05000541 - ETNOMUSICOLOGIA - INTRODUÇÃO E MÉTODOS05000542 - MUSICOLOGIA IOptativa230
05000563PRÁTI. MUSI. NAS SOCIE. INDÍ. AMÉRICA SUL Optativa230
05000452PRINCÍPIOS BÁSICOS SOFTWARES NOTAÇÃO MUSICALOptativa230
05000660PRODUÇÃO CULTURAL05000657 - ESTÉTICA MUSICALOptativa230
05000598PROJETO ESPECIAL EM MÚSICA IIIOptativa230
05000564PROJETOS MUSICAIS COLABORATIVOSOptativa230
05000719RÍTMICA IOptativa230
05000720RÍTMICA II05000719 - RÍTMICA IOptativa230
05000721RÍTMICA III05000720 - RÍTMICA IIOptativa230
05000722RÍTMICA IV05000721 - RÍTMICA IIIOptativa230
05000727TREINAMENTO AUDITIVO III05000456 - TREINAMENTO AUDITIVO IIOptativa230

Optativas

CódigoDisciplina / Pré-requisitosCaráterCr.Horas
05000605ATIVIDADES COMPLEMENTARESObrigatória543

Turmas ofertadas em 2019 / 1

1º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000541 - ETNOMUSICOLOGIA - INTRODUÇÃO E MÉTODOSProfessor responsável pela turma: WERNER EWALD
Horários
ManhãTardeNoite
TER16:00 - 16:50
17:10 - 18:00
18:00 - 18:50
T1104
05000606 - HISTÓRIA DA MÚSICA IProfessor responsável pela turma: WERNER EWALD
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
T1529
05000606 - HISTÓRIA DA MÚSICA IProfessor responsável pela turma: WERNER EWALD
Horários
ManhãTardeNoite
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T2016
05000550 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IProfessor responsável pela turma: GUILHERME SPERB
Horários
ManhãTardeNoite
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
P112
05000213 - LABORATÓRIO CORAL IProfessor responsável pela turma: JOÃO ALBERTO DOS SANTOS FERREIRA FILHO
Horários
ManhãTardeNoite
SEG17:10 - 18:00
18:00 - 18:50
T11051
05000542 - MUSICOLOGIA IProfessor responsável pela turma: LUIZ GUILHERME DURO GOLDBERG
Horários
ManhãTardeNoite
TER13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
T1104
05000140 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IProfessor responsável pela turma: JORGE GERALDO ROCHEDO MELETTI
Horários
ManhãTardeNoite
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
M3533
05000140 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IProfessor responsável pela turma: JORGE GERALDO ROCHEDO MELETTI
Horários
ManhãTardeNoite
SEG15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
QUA15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
M4532

2º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000551 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR II
Horários
ManhãTardeNoite
SEX13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
P113
05000551 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IIProfessor responsável pela turma: GUILHERME SPERB
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
P212
05000551 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR IIProfessor responsável pela turma: MARCIO DE SOUZA
Horários
ManhãTardeNoite
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
P325

3º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000544 - ETNOMUSICOLOGIA LATINOAMERICANAProfessor responsável pela turma: LUIS FERNANDO HERING COELHO
Horários
ManhãTardeNoite
QUI13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
T11015
05000215 - HARMONIA IProfessor responsável pela turma: CLAUDIO HORACIO VITALE
Horários
ManhãTardeNoite
SEX10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
P253
05000636 - HISTÓRIA DA MÚSICA IIIProfessor responsável pela turma: WERNER EWALD
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
T11025
05000545 - MUSICOLOGIA IIIProfessor responsável pela turma: RAFAEL DA SILVA NOLETO
Horários
ManhãTardeNoite
QUI16:00 - 16:50
17:10 - 18:00
18:00 - 18:50
M1103
05000174 - TEORIA MUSICAL E PERCEPÇÃO AUDITIVA IIIProfessor responsável pela turma: JORGE GERALDO ROCHEDO MELETTI
Horários
ManhãTardeNoite
SEG10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
M11041

5º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000657 - ESTÉTICA MUSICALProfessor responsável pela turma: JOSE HOMERO DE SOUZA PIRES JUNIOR
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
T1515
05000528 - HARMONIA IIIProfessor responsável pela turma: GUILHERME CAMPELO TAVARES
Horários
ManhãTardeNoite
SEG15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
M116
05000528 - HARMONIA IIIProfessor responsável pela turma: CLAUDIO HORACIO VITALE
Horários
ManhãTardeNoite
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
M21023
05000668 - HISTÓRIA DA MÚSICA BRASILEIRA IProfessor responsável pela turma: WERNER EWALD
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T1122
05000554 - PRÁTICAS DE PESQUISA EM CIÊNCIAS MUSICAIS IProfessor responsável pela turma: LUIZ GUILHERME DURO GOLDBERG
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
P1102
05000377 - PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL IProfessor responsável pela turma: CLAUDIO HORACIO VITALE
Horários
ManhãTardeNoite
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
M11022

6º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000557 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIProfessor responsável pela turma: GERMANO GASTAL MAYER
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
P111
05000557 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIProfessor responsável pela turma: GUILHERME SPERB
Horários
ManhãTardeNoite
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
P212

7º Semestre

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000559 - INSTRUMENTO COMPLEMENTAR VIIProfessor responsável pela turma: GERMANO GASTAL MAYER
Horários
ManhãTardeNoite
QUI08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
P186
05000518 - PROCESSOS E ESTRUTURAS DE ANÁLISE MUSICAL III Professor responsável pela turma: CLAUDIO HORACIO VITALE
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
M11012
05000391 - PROJETO DE PESQUISA EM MÚSICA IIProfessor responsável pela turma: LUIZ GUILHERME DURO GOLDBERG
Horários
ManhãTardeNoite
SEG15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
T1517

Optativas

Disciplina / Professores / HoráriosTurmaVagasMatric.
05000540 - A CANÇÃO POPULAR NO SÉC. XX E XXIProfessor responsável pela turma: LEANDRO ERNESTO MAIA
Horários
ManhãTardeNoite
TER17:10 - 18:00
18:00 - 18:50
M1720
05000448 - APRECIAÇÃO E CRÍTICA MUSICALProfessor responsável pela turma: LUIZ GUILHERME DURO GOLDBERG
Horários
ManhãTardeNoite
QUA10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T152
05000570 - ARQUIVOLOGIA E EDIÇÃO MUSICAL IProfessor responsável pela turma: LUIZ GUILHERME DURO GOLDBERG
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
M1102
05000567 - ETNOMUSICOLOGIA HISTÓRICAProfessor responsável pela turma: RAFAEL DA SILVA NOLETO
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
M1203
05000718 - HISTÓRIA DA MÚSICA NO RSProfessor responsável pela turma: MARCIO DE SOUZA
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
M1314
05000459 - MÚSICA E SOCIEDADEProfessor responsável pela turma: LUIS FERNANDO HERING COELHO
Horários
ManhãTardeNoite
TER08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
T1529
05000459 - MÚSICA E SOCIEDADEProfessor responsável pela turma: RAFAEL HENRIQUE SOARES VELLOSO
Horários
ManhãTardeNoite
TER10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T2541
05000568 - PRÁTICAS MUSICAIS AFRO-BRASILEIRASProfessor responsável pela turma: RAFAEL DA SILVA NOLETO
Horários
ManhãTardeNoite
QUA15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
M12219
05000563 - PRÁTI. MUSI. NAS SOCIE. INDÍ. AMÉRICA SUL Professor responsável pela turma: RAFAEL DA SILVA NOLETO
Horários
ManhãTardeNoite
QUA13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
M1208
05000660 - PRODUÇÃO CULTURALProfessor responsável pela turma: LEANDRO ERNESTO MAIA
Horários
ManhãTardeNoite
QUI10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
T1103
05000727 - TREINAMENTO AUDITIVO IIIProfessor responsável pela turma: JORGE GERALDO ROCHEDO MELETTI
Horários
ManhãTardeNoite
SEX13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
M11016

Alunos Matriculados

Nome Ano de ingresso Semestre de ingresso
Antonio Bohns Pereira20191
EULA PAULA DA SILVA SOUZA20191
GABRIEL DIAS REDÜ20191
Rafaela Canez Camargo20191
REBECA KLIPPEL BREHM20191
SARAH ALINE PASCHOAL MARQUES20191
EDNEIA SANDRA DA ROSA BRAZÃO GONÇALVES20181
FELIPE FRANCA DE ANDRADE JUNQUEIRA20181
IGOR REICHOW AMARAL20181
JONAS SILVA DE ALMEIDA20181
JULIANO QUINTANILHA DE ANDRADE20181
LUCAS UILSON DA SILVA20171
SARA TEIXEIRA MUNARETTO20172
DANIEL ALVES DOS SANTOS20161
MARCUS VINICIUS TISO MACHADO20161
FELIPE DA SILVA MARTINS20151
VALMIRO PEREIRA MACHADO JUNIOR20151
RAISSA RODRIGUES LEAL20131

Alunos Egressos

Nome Ano de ingresso Ano de conclusão
CAROLINA BORGES FERREIRA20092012
ANANDA ALVES BRANDÃO20102014
RUTHE ZOBOLI POCEBON20112015
MARCELE PEDROTTI DUTRA MENESES20102016
AMANDA OLIVEIRA DE SOUZA20142018

(*) Conceitos de curso:

(**) Vagas e formas de ingresso:

  • A0 - Ampla concorrência;
  • L1 - Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L2 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L5 - Candidatos que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L6 - Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L9 - Candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L10 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012
  • L13 - Candidatos com deficiência que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)
  • L14 - Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda (art. 14, II, Portaria Normativa nº 18/2012), tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas (Lei nº 12.711/2012)

Localização e contatos

Página gerada em 27/06/2019 07:48:34 (consulta levou 0.707900s)